Projeto realiza encontro em São José para discutir e conscientizar sobre a Prematuridade

Por: Share:
Alguns dos participantes da 2ª edição do evento. (Foto: Divulgação)

O Projeto Apressadinhos realiza no dia 17 de novembro a 3ª Edição do Pic Nic dos Prematurinhos. O evento acontece a partir das 13h30 na Praça Ulisses Guimarães, no Jardim Aquarius, em São José dos Campos.

A proposta do encontro é conscientizar, sensibilizar e mobilizar a sociedade sobre o Dia Mundial de Prematuridade, celebrado mundialmente na mesma data. Além de discutir os temas mais comuns em relação à prematuridade e o desenvolvimento do bebê prematuro.

“O Pic Nic surgiu do amor e carinho aos recém-chegados a este mundo, que tão pequeninos já lutam pela vida. No encontro trocamos experiências sobre esta que é a primeira grande causa da mortalidade infantil e promovemos diversas atividades com as famílias”, afirma Thays Vallias advogada e idealizadora do Projeto.

Durante o encontro também serão realizadas ações de incentivo à doação de sangue e a doação de leite materno aos prematuros. As inscrições podem ser feitas através do link: https://goo.gl/7FqcpW.

Desde a primeira edição, o Pic Nic tem recebido apoio e patrocínio de diversas empresas. O encontro deste ano conta com o apoio 30 empresas, entre elas a Santa Casa, Laboratório Sabin Medicina Diagnóstica, Maria Cegonha Loja Infantil, Cakebaby, Tutores Educação Multidisciplinar, B2Mamy Aceleradora e Consultoria Nana Neném.

A prematuridade

Os problemas da prematuridade vão além do baixo peso. O prematuro precisa de cuidados especiais na UTI NEONATAL, o que aumenta em três vezes o risco de morte e sequelas futuras para sua vida adulta. Observa-se que com os avanços tecnológicos dos últimos anos está aumentando a sobrevida de recém-nascidos cada vez mais prematuros, com possibilidade de sobrevida de bebês que nascem a partir de 25 semanas.

Segundo o Ministério da Saúde a prematuridade representa 53% dos óbitos no primeiro ano de vida. O dia da prematuridade foi criado para chamar atenção deste problema que atinge 15 milhões de crianças todos os anos ao redor do mundo.

Sobre o Apressadinhos

O projeto nasceu em 2017, da experiência vivenciada pela gestação gemelar de Thays Vallias, na qual uma de sua filha veio a óbito após um parto prematuro. Desde então, a missão do projeto é contribuir para a diminuição de partos prematuros, aumentar o índice de sobrevivência dos bebês apressadinhos, oferecer suporte emocional e jurídico aos pais.

Para entrar em contato com o projeto basta ligar para o telefone (12) 99789- 6753 ou ainda acessar a fanpage https://www.facebook.com/Apressadinhos ou pelo site https://apressadinhos.com.br/contato/

Veja também