Pinda reforça combate ao Aedes com mutirão nas unidades públicas

Por: Share:
equipe da Saúde continua solicitando o apoio de toda a população para se manterem vigilantes em suas casas, já que dois terços dos criadouros do mosquito estão nos quintais. (Foto: Divulgação)

A prefeitura de Pindamonhangaba está empenhada nas ações de combate e eliminação aos criadouros do mosquito Aedes aegypti. A nova ação é a Semana de Mobilização Contra o Aedes aegypti, que teve início nesta segunda-feira (26) e segue até sexta-feira (30).

A Semana considera a mudança da estação climática (primavera – verão), combinada com o Decreto Estadual nº. 62130/16, que determina a mobilização na forma de mutirão em todas unidades públicas da municipalidade, fomentando a “Brigada contra o Aedes aegypti”.

A iniciativa é da Secretaria de Saúde, por meio do Departamento de Proteção aos Riscos e Agravos à Saúde, Setor de Vigilância Epidemiológica, voltada a todos os setores da Prefeitura.

De acordo com informações do diretor Rafael Lamana, a “brigada” tem a função de se manter vigilante a qualquer objeto que possa acumular água, e realizar a devida remoção contribuindo para a supressão do criadouro do mosquito, em seu ambiente de trabalho.

Todo aqueles que puderem registrar o ato da vigilância, poderão enviar as informações para o endereço eletrônico dengue@pindamonhangaba.sp.gov.br para fins de alimentação no sistema.

Além desta iniciativa, a equipe da Saúde continua solicitando o apoio de toda a população para se manterem vigilantes em suas casas, já que dois terços dos criadouros do mosquito estão nos quintais.

Algumas dicas para prevenção, são: Os materiais inservíveis devem ser colocados para coleta pública; Tampe os tonéis e caixa d’água; Mantenha o lixo em sacos bem fechados; Mantenha as calhas sempre limpas; Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo; Deixe ralos limpos e com aplicação de tela; Elimine o prato de vaso de planta ou use prato justaposto; Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais; Retire água acumulada atrás da geladeira ou da máquina de lavar roupa.

A cidade conta ainda com o reforço dos Combatentes Mirins, nas unidades educacionais municipais. “Com a participação de todos, manteremos Pindamonhangaba longe da dengue, chikungunya, zika e febre amarela, que são algumas das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. Precisamos ficar atentos e acabar com todos os criadouros, que ficam em qualquer quantidade de água parada, até mesmo em uma tampinha de garrafa. A adesão de toda a população, cada um fazendo a sua parte, vai garantir o sucesso da campanha”, destacou o diretor Rafael Lamana.

Veja também