Jacareí Rugby fica entre os quatro primeiros em etapa do Paulista

Por: Share:

As equipes do Jacareí Rugby M19 participaram no sábado (10), no Parque Ceret, de etapa classificatória do Campeonato Paulista de Sevens da categoria.

Com duas equipes participando das atividades, o Jacareí conseguiu o 2º lugar com o time A e a 4ª colocação com a equipe B. A fase final está prevista para o início de dezembro em São José dos Campos juntamente com demais categorias M15 e M17.

A competição teve a participação de 10 clubes e 12 equipes, sendo duas de fora do estado e duas com seus times A e B, caso do Jacareí Rugby. Os 12 times foram divididos em quatro grupos de três equipes.

Circuito Paulista de Rugby Infantil. (Foto: Adriano Matos/Jacareí Rugby)

O Jacareí Rugby A ficou no grupo B juntamente com São José B e Rio Branco. Na primeira fase, os jacarés bateram o time B do São José por 31 a 0, e o Rio Branco por 34 a 0. Na semifinal, despachou o Pasteur, primeiro do grupo C, com uma vitória por 17 a 15. O time perdeu apenas na final para o São José A pelo placar de 12 a 0.

O Jacareí B conseguiu um grande resultado. Compondo o grupo D, a equipe bateu o Ilhabela por 12 a 0, e o Uberlândia (MG) por 24 a 5. Nas semifinais foi derrotada pelo São José, primeiro do grupo A, por 33 a 0. Ainda na disputa pelo terceiro lugar, foi derrotada novamente. Desta vez, para o Pasteur por 26 a 12.

Circuito Paulista de Rugby Infantil – Aconteceu no domingo (11), a sexta etapa do Circuito Paulista de Rugby Infantil, disputada durante todo o dia, no SPAC, em São Paulo (SP). O SESI Jacareí Rugby foi representado no festival por atletas das categorias M7, M9, M11 e M13, com cerca de 250 crianças.

Jacareí Rugby viaja com mais de 200 pessoas para jogo contra Maori All Blacks

O Jacareí Rugby participou neste sábado (10) de um dia histórico para o esporte no Brasil. Mais de quatro ônibus deixaram Jacareí sentido São Paulo para acompanhar a partida entre a Seleção Brasileira de Rugby e os Maori All Blacks, no Morumbi. Apesar da derrota dos tupis, por 35 a 3, Jacareí viu também a grande participação do atleta Matheus Rocha, o Blade, jogador do Jacareí Rugby, diante dos neozelandeses.

“Foi uma experiência incrível. O momento do hino e do ‘haka’ foram inspiração para mim. Quando entrei, não pude fazer muita coisa, mas no que pude, tentei ajudar a equipe.

Agora vamos continuar trabalhando cada vez mais para jogar esses jogos importantes e vencê-los também. Foi incrível a participação da torcida do Jacareí e também as dos demais times do Brasil aqui no Morumbi”, disse Blade após a partida.

A expectativa era grande desde a partida dos ônibus em Jacareí. Sem muito trânsito, os veículos saíram da cidade às 15h e chegaram pouco antes da chuva apertar na entrada para o campo, cerca de 1h antes do início do jogo. Aos poucos as arquibancadas lotaram e um novo recorde de público no rúgbi brasileiro foi estabelecido com a presença de 34.451 pessoas no Morumbi.

No jogo, os Maori saltaram na frente desde o início da partida e conseguiram controlar a partida com tranqüilidade para vencer os brasileiros, que apesar da derrota comemoraram os três pontos convertidos em penal pelo ex-jacaré Josh Reeves. Essa será uma das grandes lembranças deste dia para os mais de 200 jacarés presentes no estádio. Além, é claro, do ‘haka’ pouco antes do início da partida.

Matheus Rocha, o Blade, representa Jacareí Rugby contra os Maori All Blacks – Mesmo que por alguns minutos, a participação de Blade durante o jogo contra os Maori All Blacks ficará marcada para a história do clube e também do jogador.

Gaúcho de Passo Fundo (RS), Blade, de 21 anos, teve seu primeiro contato com o rúgbi aos 15 anos ainda em sua cidade natal. Depois de recusar diversos convites de um amigo para conhecer o esporte, Blade cedeu à pressão e aceitou participar de treinos do Planalto Rugby Clube. Depois de alguns treinos, o jogador começou a se encontrar em campo e se apaixonou pelo esporte.

“Meu amigo sempre me convidava para ir treinar, mas tinha medo de me machucar. Quando vi que meu irmão, que é mais magro e menor do que eu foi, resolvi ir também. Foi então que comecei a ver vídeos, ver o que era o rúgbi e não parei mais”, relembrou.

A chegada ao Jacareí Rugby aconteceu em meados de 2015, por intermédio do atleta Matheus Cruz. Antes disso, Blade foi notado por treinadores do Brasil juvenil em torneio de seleções estaduais, e foi disputar Sul-Americano daquele ano pela seleção da categoria.

Cruz falou sobre o clube para Blade, que logo se identificou com a maneira em que o rúgbi é trabalhado e resolveu defender as cores do clube do Vale do Paraíba. Na equipe, Blade já conquistou a Taça Tupi 2016 e o Campeonato Brasileiro de 2017.

“Sempre fui muito bem tratado no Jacareí. Foi tudo tão bom que resolvi ficar. Hoje, faz dois anos que estou defendendo o Jacareí Rugby e pretendo ficar um bom tempo por lá”, exaltou.