Ginástica Rítmica de Pindamonhangaba é campeã nos Jogos Abertos em São Carlos

Por: Share:
Ginástica Rítmica de Pindamonhangaba. (Foto: Divulgação)

A equipe de ginástica rítmica de Pindamonhangaba, comandada pelo professora Simone Rosa, fez uma brilhante participação nos Jogos Abertos do Interior e ficou com o título da categoria nesta 82ª edição dos Abertos, disputado em São Carlos neste ano. O torneio da GR aconteceu neste domingo (18) e Pindamonhangaba participou na categoria 14 anos da 1ª Divisão.

O grande destaque foi a medalha de ouro conquistada pelo Conjunto 5 Cordas, composto pelas ginastas Maria Gabriela, Isabela de Moura, Isabel Tsukayama, Larissa Skupien e Nathally. A medalha de prata foi para São José dos Campos e o bronze para São Caetano do Sul.

No individual, Isabella de Moura ficou com a medalha de bronze no aparelho “Maças”. Pindamonhangaba ainda teve Isabel Tsukayama em 5º lugar na “Mãos Livres”; Júlia Gabrielly Santos, também em quinto lugar na Bola, mesmo resultado de Larissa Silva na “Fita”.

Na classificação geral Individual, Pindamonhangaba terminou em quinto lugar. O ouro foi para Osasco; prata para São José dos Campos e bronze para São Caetano do Sul.

Pindamonhangaba no alto do pódio em São Carlos. (Foto: Divulgação)

Na classificação geral final, Pindamonhangaba e São José empataram com 16 ponto, mas seguinte os critérios de desempate, o 1º lugar ficou com Pindamonhangaba. São José foi a segunda e Osasco terminou em terceiro lugar.

Feliz com o resultado, Simone comemorou. “Só Deus sabe das minhas angústias e sofrimento, mas esse, foi os Jogos Abertos mais sofrido da minha vida, tanto tecnicamente quanto emocionalmente, mais valeu a pena”, pontua.

Ela destaca ainda o trabalho intenso antes da competição em São Carlos. “Vencemos com muita luta e treinamento das meninas. Minha dedicação foi ao máximo. Muitas vezes pensei em desisti, mais ofereci meu trabalho a Deus que é maior que tudo na minha vida”, desabafa a professora, que concluí: “Minha família é minha fortaleza que me apóia nesses momentos de sacrifício, quando preciso sair de casa, deixar os filhos, marido e minha casa em busca de realizar um sonho na vida das minha meninas que adoro tanto. Obrigada meu Deus, minha família, minhas lindas atletas, pais e mães das minhas atletas, funcionários da prefeitura e toda equipe da Semelp que continua acreditando no meu trabalho”, finaliza a Simone Rosa, em tom emocionado.

Recomendados para você