Fibria incentiva empregados a aderirem à alimentação saudável com feira em Jacareí

Por: Share:
A ação também dá oportunidade para os profissionais receberem cestas a cada semana, com produtos de qualidade, cultivados por agricultores do Programa de Desenvolvimento Rural e Territorial (PDRT). (Foto: Divulgação)

A Fibria, líder mundial na produção de celulose de eucalipto a partir de florestas plantadas, desenvolve iniciativas visando a conscientizar as pessoas sobre a importância da adoção de hábitos que priorizem a qualidade de vida e o respeito à natureza. Desde o início de agosto, os empregados da empresa, em Jacareí (SP), têm a oportunidade de adquirir produtos agroecológicos em uma loja com artigos dos projetos sociais apoiados pela Fibria, construída nas instalações da indústria.

A ação é uma evolução no processo de comercialização dos produtos do Programa de Desenvolvimento Rural e Territorial (PDRT) no implemento do conceito CSA (Comunidade que Sustenta a Agricultura), que busca o desenvolvimento agrário sustentável e o escoamento de produtos orgânicos de uma forma direta ao consumidor, criando uma relação próxima entre quem produz e quem consome os produtos. “Essa iniciativa foi articulada pela Associação Minhoca – Parceiros Agroecológicos e a intenção é prestigiar os produtores locais, que fazem parte de projetos apoiados pela Fibria, além de possibilitar a comercialização dentro do ambiente de trabalho, com a garantia de produtos de qualidade, cultivados de forma sustentável”, afirma o consultor de Sustentabilidade da Fibria, Adriano Martins.

Os profissionais da empresa recebem uma cesta semanalmente que contém verduras, legumes, frutas e doces caseiros. “Resolvi adquirir a cesta pela facilidade e para apoiar o programa de sustentabilidade, podendo ajudar a comunidade. A cesta tem uma boa variedade de produtos, está valendo a pena”, afirmou a assistente de contratos da Fibria, Fernanda Lemos Dias, que aprovou a oportunidade de adquirir os produtos no ambiente de trabalho e já recebeu alface, beterraba, cenoura, geleia orgânica, entre outros produtos fresquinhos.

A cesta vem organizada em uma sacola retornável, confeccionada por integrantes do projeto de artesanato Mãos que Valem, outra iniciativa social apoiada pela Fibria, e, para receber semanalmente os produtos, os profissionais pagam um valor mensal para a associação e a entrega acontece todas as quintas-feiras dentro da fábrica durante o funcionamento da Loja de Projetos Sociais. “Unimos o útil ao agradável, pois a ideia dessa loja é justamente prestigiar os diferentes itens produzidos pelos programas e projetos sociais apoiados pela Fibria no Vale do Paraíba, como artesanato, cerâmica e agora, os produtos agroecológicos e o mel”, diz Adriano Martins.

A loja atende exclusivamente os empregados da Fibria, todas as quintas-feiras na entrada do refeitório da fábrica, local que possui o fluxo diário de cerca de 1 mil pessoas. “O profissional vem para o almoço e tem a possibilidade de conhecer e prestigiar o produto final das iniciativas sociais apoiadas pela Fibria. É neste momento também, que é feita a retirada das cestas”, completa o consultor de sustentabilidade, Adriano Martins.

Como estratégia social, se por acaso o profissional não fizer a retirada da cesta, ela é automaticamente doada para uma instituição, que nesse momento é a escola municipal José Éboli, localizada no distrito de São Silvestre, em Jacareí (SP).

Veja também