Feste: Yayá, um espetáculo intenso, crítico e de reflexões profundas; veja fotos

Por: Share:
Cristiane e Luciana no início do espetáculo. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)

“Yayá”, do Teatro Humanóide, de Taubaté (SP), foi atração do terceiro dia do Feste em Pindamonhangaba. O espetáculo estrelado por Cristiane Credidio e Luciana Camargo e direção de Jefferson Machado, é intenso, crítico e faz com que o público tenha reflexões profundas.

Apresentando de um modo intimista, com o público bem próximo das duas atrizes, em um ambiente dominado pelo sombrio, duas histórias se fundem para falar da alma feminina, onde a criatividade foi sufocada e a loucura emerge como escape às fatalidades humanas: Dona Yayá teve uma vida marcada por tragédias, com a morte da família herdou a fortuna, mas sucumbiu a uma doença mental e foi mantida reclusa por 42 anos. Sapatinhos Vermelhos, conto de fadas sobre uma pobre menina órfã.

Durante o espetáculo, há momentos aparentemente engraçados, mas que no decorrer da trama, somem na tristeza dos acontecimentos. Cenas fortes, marcantes. Triste. Por fim, o que fica marcado mesmo é a história de Sebastiana de Melo Freire, a Dona Yayá, com sua vida marcada por tragédias.

Veja fotos do espetáculo em Pindamonhangaba

publicidade