Eventos em Ubatuba abordarão violência contra crianças e adolescentes

Por: Share:
(Foto: Tiago Queiroz/Rede Peteca – Chega de Trabalho Infantil)

A secretaria de Assistência Social de Ubatuba e a Fundação da Criança e do Adolescente de Ubatuba (Fundac) convidam profissionais da rede de atendimento socioeducacional e demais interessados a participar de uma série de capacitações sobre trabalho infantil e crimes sexuais contra crianças e adolescentes.

O trabalho infantil é o foco dos encontros que acontecerão de forma descentralizada nas regiões Oeste, Centro, Norte e Sul, que integram o projeto AEPETI – Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil.

O objetivo é discutir boas práticas e alternativas de trabalho em rede para erradicação do trabalho infantil, bem como um protocolo de atendimento das crianças e adolescentes nessa situação.

Confira o calendário:

– Dia 26, das 14 às 17 horas, na região Oeste, na sede da ONG Gaiato: rua das Palmeiras, 200 – Ipiranguinha

– Dia 27, das 8h30 às 11h30, equipes das regiões Centro e Norte se reunirão no auditório da secretaria municipal de Educação, na rua Gastão Madeira, 101 – Centro

– Dia 28, das 8h30 às 11h30, na região Sul, na escola estadual Aurea Moreira Rachou, na rua Padre João Bayle, 1763 – Sertão da Quina

Crimes sexuais e rede de atendimento

Já no dia 27 à tarde, das 13h às 16h30, o projeto Costurando a Rede de proteção da criança e do adolescente de Ubatuba realiza capacitação sobre crimes sexuais e rede de atendimento.

A formação é gratuita e será conduzida por Luciano Betiate, escritor e consultor em Direitos Humanos certificado pela ONU – Organização das Nações Unidas.

O projeto Costurando a Rede foi idealizado pelo Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente de Ubatuba e pela Fundação da Criança e do Adolescente de Ubatuba (Fundac), a partir de um diagnóstico sobre serviços e vulnerabilidades na rede de atendimento à criança e ao adolescente do município.

A oficina será realizada no auditório da Escola Municipal Tancredo de Almeida Neves, na av. Rio Grande do Sul, 600 – Centro.