Em noite histórica, Brasil Rugby é derrotado pelo All Blacks Maori no Morumbi

Por: Share:
Mesmo debaixo de chuva, 34.541 pessoas presenciaram a vitória da seleção neozelandesa sobre os brasileiros. (Foto: João Neto/Fotojump)

O sábado, 10 de novembro, foi histórico para o Brasil Rugby. Pela primeira vez na história a equipe nacional enfrentou a Nova Zelândia, uma das grandes potências na modalidade, que veio ao país com o time All Blacks Maori, exclusivamente formado por jogadores de origem Maori. E os 34.541 presentes ao Morumbi, em São Paulo, maior público da história de um evento de rugby no Brasil, viram um jogo de alto nível e, apesar da chuva forte, os fãs vibraram bastante durante todo o tempo.

“A gente ficou triste pelo resultado, porque sempre espera um pouco mais. Conseguimos segurar o time deles no primeiro tempo e houve uma queda física natural no segundo tempo, mas o mais importante é que o Brasil mostrou sinais de evolução”,

“O evento deu muito orgulho do povo brasileiro, com bastante torcida. Mas o jogo foi bastante difícil por causa da chuva. A bola estava molhada e isso dificultou para nós”, disse Josh Reeves, autor dos pontos brasileiros. “Quando eu bati na bola, tinha achado que tinha errado. Mas dei sorte que ela fez uma curvinha e acabou entrando”, disse, sobre o penal convertido.

All Blacks Maori durante sua tradicional apresentação. (Foto: João Neto/Fotojump)

Com a bola escorregadia e o gramado encharcado, o Brasil Rugby começou o jogo com alguns buracos na defesa, mostrando um pouco de nervosismo com uma partida tão importante. O tempo foi passando e os ânimos foram se acalmando. Porém, os All Blacks Maori mostraram o porquê são considerados um dos times mais forte do mundo e, já na parte final da primeira etapa, conseguiram dois tries, com Isaia Walker-Leawere e Ash Dixon, e foram para o intervalo com 14 a 0.

Na volta para o segundo tempo, exatamente aos 10 minutos, aconteceu o que os mais de 30 mil presentes ao Morumbi estavam esperando. Em um penal cobrado por Josh Reeves, a bola ainda bateu na trave antes de entrar e o Brasil confirmar seus primeiros três pontos no jogo.

Minutos depois, Ash Dixon conseguiu um try e, após o chute de Otere Black, os All Blacks abriram 21 a 3. Ainda deu tempo de saírem mais dois tries para os neozelandeses, sendo o último deles anotado por Jonah Lowe, com o placar final ficando em 35 a 3 para os All Blacks Maori.

Nada que pudesse diminuir a festa da torcida brasileira, que presenciou de perto a Haka, famosa dança Maori feita antes do apito inicial.

O Brasil veio à campo com 1- Lucas Abud, 2- Wilton Rebolo, 3- Jardel Vettorato, 4- Luiz Vieira, 5- Cleber Dias, 6- Devon Muller, 7- Arthur Bergo, 8- André Arruda, 9- Lucas Duque, 10- Joshua Reeves, 11- Robert Tenório, 12- Moisés Duque, 13- Felipe Sancery, 14- Lucas Tranquez, 15- Daniel Sancery. E os reservas 16- Caíque Segura, 17- Endy Willian, 18- Matheus Rocha, 19- Matteo Dell’Acqua, 20- Michael Oliveira, 21- Douglas Rauth, 22- Jacobus De Wet e 23- Stefano Giantorno.

Já o time Maori jogou com 1- Ben May, 2- Ash Dixon, 3- Marcel Renata, 4- Isaia Walker-Leawere, 5- Pari Pari Parkinson, 6- Reed Prinsep, 7- Billy Harmon, 8- Akira Ioane, 9- Jonathan Ruru, 10- Otere Black, 11- Shaun Stevenson, 12- Teihorangi Walden, 13- Rob Thompson, 14- Jonah Lowe, 15- Mattu Landsdown. No banxo, 16- Robbie Abel, 17- Chris Eves, 18- Tyrel Lomax, 19- Jackson Hemopo, 20- Mitch Karpik, 21- Bryn Hall, 22- Josh Ioane e 23 – Matt Proctor.

Brasil Rugby 3 x 35 All Blacks Maori
10 de novembro de 2018
Estádio do Morumbi, em São Paulo/SP
Público: 25.571 ingressos vendidos e 34.541 de público total

Recomendados para você