Detentos de Potim recebem óculos gratuitos durante Semana Oftalmológica

Por: Share:
Mais de 500 presos receberão atendimento oftalmológico e óculos gratuitos na P1 de Potim. (Foto: SAP/Divulgação)

Presos da Penitenciária “AEVP Jair Guimarães de Lima” de Potim receberão uma equipe de médicos oftalmologistas e óculos gratuitos durante a primeira edição da Semana Oftalmológica, que tem ações com os sentenciados nos dias 3 e 4 de dezembro. Um ônibus com dois consultórios adaptados estará estacionado na unidade prisional para atender uma média de 500 sentenciados.

A iniciativa é fruto de uma parceria entre a unidade prisional e a ONG Renovatio, com orçamento médio de R$ 80 mil, financiado pela Arquidiocese de Aparecida e pela Prefeitura de Potim.

Durante o evento, especialistas no tratamento de doenças dos olhos montarão um mutirão para atender os detentos e identificar suas necessidades. Em casos de miopia, lentes dos mais diversos graus são encaixadas em armações e entregues imediatamente aos detentos. Quando o interno apresenta astigmatismo, os óculos são enviados após o diagnóstico.

As peças são produzidas em minutos, com material de alta resistência e baixo custo. A Renovatio utiliza a tecnologia criada pela entidade alemã OneDollarGlasses para a fabricação dos óculos.

Para Karina Prates, diretora do Centro de Reintegração e Atendimento à Saúde da P1 de Potim e idealizadora do projeto, a Semana tem efeito direto na autoestima dos detentos. “Estamos atendendo a carência por atendimentos oftalmológicos e a aquisição de óculos, estabelecendo a resolução de um problema ainda mais amplo: a saúde visual complementada”, afirma.

VISÃO INFANTIL
A Semana Oftalmológica terá início com atendimento para crianças do ensino fundamental de Potim, em uma ação itinerante em diversas escolas da rede pública da cidade. Ao todo, estima-se que mais de 1.900 crianças serão beneficiadas com consulta oftalmológica e óculos gratuitos em nome da iniciativa.

O mutirão de atendimentos em escolas acontece entre os dias 26 e 30 de novembro. A proposta de ampliação do projeto para além do presídio foi apresentada pela P1 de Potim e abraçada pela Arquidiocese e pela Prefeitura, visto que problemas de visão são a terceira maior causa de evasão escolar. “A ideia foi trazer uma contribuição positiva da Secretaria da Administração Penitenciária para a comunidade”, afirma Karina.

Veja também