Agentes barram mulheres com maconha e celular em unidades prisionais do Vale

Por: Share:

As visitantes tentaram driblar a segurança da unidade com ilícitos nas roupas íntimas, mas foram frustradas graças a ação dos agentes de segurança. (Foto: Divulgação/SAP)
A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que duas mulheres foram barradas ao tentarem entrar em unidades prisionais do Vale do Paraíba com maconha e um celular no final de semana, dias 10 e 11 de novembro. As visitantes tentaram driblar a segurança da unidade com ilícitos nas roupas íntimas, mas foram frustradas graças a ação dos agentes de segurança.

No sábado, por volta das 9h40, a companheira de um detento do Centro de Detenção Provisória de São José dos Campos foi surpreendida com um aparelho de telefônico escondido na calcinha. O objeto foi identificado pelos servidores a partir das imagens geradas pelo scanner corporal. A suspeita, de 39 anos, confessou carregar o ilícito e entregou aos funcionários.

No dia seguinte, no início da tarde, uma jovem foi flagrada com 23 gramas de maconha escondida entre as nádegas na Penitenciária “AEVP Jair Guimarães de Lima”, a P1 de Potim, ao ser submetida à revista por meio do bodyscanner. A mulher entregaria a droga a seu companheiro, sentenciado na unidade, e admitiu o ato ilegal após ser questionada pelos servidores.

Ambas foram encaminhadas para a Delegacia de Polícia, onde foi lavrado o Boletim de Ocorrência, e tiveram seus nomes suspensos do rol de visitas da SAP. As direções das unidades penais enviaram comunicados para a Vara de Execuções Criminais, além de instaurarem Procedimento Disciplinar Apuratório.

Veja também