VÍDEO: “Euterpe” recebe medalha Athayde Marcondes em sessão da Academia Pindamonhangabense de Letras

Por: Share:

Em uma cerimônia realizada na noite da sexta-feira, dia 26 de outubro, a Corporação Musical Euterpe recebeu a medalha do mérito Athayde Marcondes.

A quase bicentenária corporação é a primeira instituição a receber a condecoração criada pelo Poder Legislativo para homenagear entidades e pessoas que contribuíram ou contribuem com a preservação e a divulgação da história da Princesa do Norte. Já receberam a honraria da Casa de Leis, o jornalista e pesquisador Altair Fernandes, o advogado e historiador Dr Francisco Piorino  Filho, a professora Júlia San Martin Boaventura e o português Joaquim José Eugênio, o Joaquim da Figueira, “post mortem”.

Sessão Plenária Solene da APL com entrega da medalha Athayde Marcondes. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)

A cerimônia de entrega da medalha aconteceu no Palacete 10 de Julho, junto com a sessão plenária solene da Academia Pindamonhangabense de Letras e foi inciada com o Hino Nacional executado pela homenageada da noite.

Medalha Athayde Marcondes entregue para a Corporação Musical Euterpe. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)

Coube ao sobrinho de Athayde Marcondes, o acadêmico José Luiz Gândara Martins, discorrer sobre a história de criação da medalha, que este ano foi concedida à corporação depois que o Projeto de Decreto Legislativo n° 01/2018, de autoria do vereador Renato Nogueira Guimarães – Renato Cebola (PV), foi aprovado por unanimidade na Casa de Leis em sessão no dia 10 de setembro.

Coube ao maestro Marcos Roberto de Souza, presidente da Corporação, a honra de receber a medalha. A Banda Euterpe é parte viva da história de Pindamonhangaba. Com 193 anos de existência completados em agosto deste ano, é a banda mais antiga do país com atuação ininterrupta ao longo de quase dois séculos de existência.

Marcos Roberto falou sobre a importância de receber a honraria que premia todo um trabalho de muitos anos, enfatizando ainda as diversas atividades desenvolvidas atualmente pela corporação.

Claudomiro é o mais antigo integrante da banda em atividade. Ele começou a tocar com 10 anos de idade e, desde então, já se passaram quase 60 anos.

Gândara, Miro (centro) e o maestro Roberto. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)

Miro, como é chamado pelos amigos, vivenciou um dos grandes momentos da banda que foi sua ida ao programa Lyra de Xopotó na rádio Nacional no Rio de Janeiro. A apresentação aconteceu no programa do 07 de março de 1964. Com tantas histórias para contar, o trompetista também celebra a outorga da medalha a banda.

Gândara com representadas da escola que leva o nome de sua avó. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)

E em uma noite dedicada a história e sua preservação, Gândara tomou posse como Membro Titular da Academia Pindamonhangabense de Letras na cadeira de número 13, cujo o patrono é seu avô Athayde Marcondes. Com a presença da esposa, de amigos e de representantes da Escola Estadual Gabriella Monteiro Athayde Marcondes, que homenageia sua avó, o neto de um dos grandes historiadores de Pindamonhangaba, não escondeu a emoção ao falar da posse.

Professores foram homenageados durante a sessão da APL. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)

Durante a sessão de outubro da APL, ainda houve a entrega de certificados a diversos profissionais da Educação em comemoração ao Dia do Professor.

GALERIA DE FOTOS

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja também