Time Brasil de Concurso Completo é bronze no Sul-Americano e garante vaga no Pan 2019

Por: Share:
Argentina, ouro, Chile, prata e Brasil, bronze (Foto: Divulgação/Imagem Electro Time)

No último domingo, dia 21, o Time Brasil de Concurso Completo de Equitação (CCE) com Luciano Miranda Drubi com Riviera Lu, André Parro montando CDC Super Star, Vinicius Albano com Oportuno do Rincão e Luis Fernando Varanda com Oneron do Rincão conquistou bronze no Sul-Americano de Concurso Completo Equitação – CCIO2* no Club Hípico Militar San Jorge, em Buenos Aires.

Com esse resultado, o Brasil garantiu a importante vaga nos Jogos Pan-americanos 2019 em Lima, no Peru, onde também será decidida a qualificação para Toquio 2020.

A Argentina faturou ouro com 217,9 pontos perdidos (pp) o Chile foi prata, 228,4 pp, e o Brasil computou, 286,8 pp. Na disputa individual Ignacio Zone com Remonta San Jorge garantiu ouro pela Argentina, 59,7 pp, o Chile foi prata e bronze com Sergio Iturriaga / Versalles, 68,4 pp, Luis Larrondo / Puerto Octay, 68,9 pp.

Na contagem individual o melhor resultado do Time Brasil ficou com o tenente Luis Fernando Varanda, que fez sua estreia a nível internacional, e montando Oneron do Rincão fechou com apenas 74,8 pp na 7ª colocação. O cavaleiro olímpico e medalhista pan-americano André Parro com CDC Super Star foi 12º, 104,9 pp, o medalhista pan-americano Luciano Drubi com Riveira Lu, 13º, 107,2 e o capitão Vinicius Albano com Oportuno do Rincão, 19º, 129 pp.

Fato é que com dedicação e muito esforço, a equipe atingiu o grande objetivo de qualificação para os Jogos Pan-americanos 2019. Antes do embarque para Argentina, a equipe cumpriu quarentena e treinou no Clube Hípico de Santo Amaro (SP) e de lá os cavalos fizeram a viagem até a Argentina, com três paradas para pernoitar. O tenente Varanda, formado em medicina veterinária, acompanhou os cavalos e na Argentina, o veterinário foi o experiente Dudu Limonge.

Jovem talento Lucca Pereira Lima é ouro no CCI1* na Argentina e Marcelo Tosi emplaca na Inglaterra

Paralelamente com o Sul Americano de Concurso Completo Senior – CCIO2* foi disputado um Internacional – CCI1* em que o jovem talento brasileiro Lucca Pereira Lima com Forever faturou a medalha de ouro.

Lucca, de Ribeirão Preto onde treina com o cavaleiro olímpico Guega Fofanoff, e seu Forever fecharam com 76,9 pontos perdidos, resultado que lhe rendeu o título de campeão superando demais 8 oito concorrentes. O vice-campeonato foi do argentino Sebastian Roldan Oliveira com SYL El Amancer Cambeta, 88,4 pontos perdidos. Em 2017 Lucca, representante da nata da nova geração do CCE brasileiro, arrematou o Prêmio Hipismo Brasil como campeão do ranking brasileiro 0.90 metro.

No mesmo final de semana na Inglaterra, o olímpico Marcelo Tosi levou Starbuks 1 ao 3º lugar no CCI1* Bicton Arena International Horse Trials com apenas 28,1 pontos perdidos (pp). O também olímpico Marcio Carvalho Jorge com Safim MCJ foi 19º, 36,2 pp. Marcelo e Marcio integraram o Time Brasil nos Jogos Equestres Mundiais 2018 e vêm preparando novas montarias. Ricky Candy com Joly Jumper foi 38º, – 55,3 pp. Participaram da disputa 54 conjuntos.

Sul-Americano Senior 2018

Campeã Argentina – 217,9 pontos perdidos
Ignacio Zone T / Remonta San Jorge
Javier Rawson / Felicitas Almendro
Juan José Dillon / RS Mandras
Juan Benitez Gallar / JBG Espuelas Atila

Vice Chile – 228,4 pp
Carlos Lobos / Ranco
Luis Larrondo / Puerto Octay
Carlos Villarroel / Quiliano
Sergio Iturriaga / Versalles

3º lugar Brasil – 286,8 pp
Luciano Miranda Drubi / Riviera LU
André Parro / CDC Super Star
Vinicius Albano / Oportuno do Rincão
Luis Fernando Varanda / Oneron do Rincão

4º lugar Uruguai – 326,0 pp