Prefeitura de São José anuncia obra de restauro no Parque Vicentina Aranha

Por: Share:
Trabalho de recuperação tem prazo de 10 meses e será executado pela empresa Sarasá Conservação e Restauro. (Foto: Claudio Vieira/PMSJC)

O complexo arquitetônico do Parque Vicentina Aranha, na região central de São José dos Campos, vai ficar ainda mais belo e preservado a partir deste mês. A Prefeitura anunciou, nesta terça-feira (23), o início das obras de restauro no Pavilhão Companhia Paulista (de meados da década de 30), único prédio do local que ainda não foi revitalizado.

O trabalho de recuperação tem prazo de 10 meses e será executado pela empresa Sarasá Conservação e Restauro. A obra custará R$ 1 milhão.

A medida representa um avanço para o município, sobretudo com relação à valorização do patrimônio histórico e cultural. Segundo os técnicos ligados à área de turismo, as obras tornarão o Parque Vicentina Aranha ainda mais atrativo.

Localizado numa área de 84.500 metros quadrados na região central da cidade, o parque oferece programação gratuita à população. O restauro das edificações possibilitará a ampliação das atividades culturais e preservação da história de um dos mais importantes patrimônios do Vale do Paraíba.

Histórico

O Sanatório Vicentina Aranha foi iniciado em 1918 por iniciativa da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. Depois do tombamento como patrimônio histórico do Estado de São Paulo, em 2001, o imóvel com o conjunto arquitetônico foi adquirido pela Prefeitura de São José dos Campos em 2006 e convertido em parque urbano.

Cronograma de serviço:

1) Recuperação das trincas em alvenaria

2) Recuperação de verga e contra verga

3) Recuperação de piso interno onde existe dano em piso – trinca

4) Recuperação nos locais onde a estrutura do telhado danificou a alvenaria

5) Execução de novas calhas e condutores de águas pluviais na fachada

6) Recuperação da Cobertura

– Substituição das telhas francesas 100%

– Substituição de vigas danificadas, caibro (parcial), e de todas as ripas da cobertura

– Execução de reforço metálico em algumas vigas de madeira da cobertura

– Aplicação de cupinicida na estrutura de madeira

– Aplicação de verniz na estrutura de madeira

7) Restauro em fachadas

– Aplicação de fungicida em fachada

– Chapisco, emboço e reboco em fachada, conforme análise de argamassa

– Requadro dos vãos de janelas

– Restauração dos peitoris

– Restauração de molduras, frisos e ornamentos da fachada

– Recuperação do Pórtico de Entrada do Pavilhão

– Execução de forro no beiral do Prédio