MJ vai financiar projetos para acolher imigrantes, refugiados e apátridas

Por: Share:
Os selecionados devem desenvolver ações de apoio para o ingresso no mercado do trabalho e também de capacitação relativas a empreendedorismo, em especial voltados à criação e gestão de negócios e obtenção de crédito. (Arte: Ministério da Justiça)

A Secretaria Nacional de Justiça, do Ministério da Justiça, vai selecionar três propostas de organizações da sociedade civil para receber apoio financeiro com valor individual de até R$ 200 mil para, no prazo de até 12 meses, disponibilizar atendimento psicossocial a imigrantes, refugiados e apátridas.

📝 Clique aqui para ler o Edital.

O objetivo é fornecer orientação jurídica e encaminhamento aos serviços e órgãos públicos indispensáveis à integração social e laboral dessas pessoas, além de disponibilizar cursos e atividades educacionais voltadas ao seu aperfeiçoamento pessoal e à capacitação profissional, incluindo aprendizado de língua portuguesa.

Os selecionados devem, ainda, desenvolver ações de apoio para o ingresso no mercado do trabalho, integração laboral, inclusive de intermediação de mão de obra; e também de capacitação relativas a empreendedorismo, em especial voltados à criação e gestão de negócios e obtenção de crédito.