Ilhabela vence e adia definição do Paulista Desenvolvimento de Rugby

Por: Share:
Ilhabela x Leões de Paraisópolis em rodada do Paulista de Desenvolvimento. (Foto: Divulgação)

O suspense vai até o apito final no Paulista de Desenvolvimento, com três equipes mantendo chances matemáticas de título e apenas uma rodada para o encerramento da divisão.

Atual campeão, os Leões tiveram chance de ouro para levantar a taça nesse fim de semana, mas o Ilhabela fez valer seu mando de jogo e frustrou os visitantes, que viram o SPAC, finalista do ano passado, encostar na classificação após vitória sobre o Jacareí.

O SPAC voltou com tudo para a briga do título, depois de ficar na zona intermediária da tabela por boa parte da competição. Em seus domínios, a equipe fez o confronto dos times B contra o Jacareí e pelo primeiro tempo, a equipe parecia caminhar para um triunfo tranquilo, com 22 pontos não respondidos, e quatro tries no total, com Raj, Allan, Fernando e Rodrigo garantindo o ponto extra.

O Jacareí cresceu no segundo tempo e mostrou que estava vivo, reagindo rapidamente com Lucas e Augusto apoiando tries no ingoal adversário em dez minutos. Mesmo com um a menos em campo, o SPAC retomou as rédeas da partida e o veterano Javi Bordaberry ampliou para os donos da casa em momento crucial, interrompendo a reação adversária e mantendo uma vantagem confortável para o restante da partida.

O placar seguiu inalterado até o fim e o decano do Rugby nacional celebrou sua terceira vitória seguida, reduzindo a apenas três pontos a vantagem dos Leões e ultrapassando o Jacareí, que mantém chances remotas de título.

No litoral, as equipes fizeram um jogo duríssimo e de poucos pontos e muita ação. André Moraes abriu o placar com seu oitavo try na temporada e Italo descontou com penal apenas aos 36′, fechando o placar em apenas 5 a 3 para os Tubarões no primeiro tempo, o menor placar de primeiro tempo do campeonato.

No segundo tempo a história mudou com Italo virando com mais dois chutes, quebrando a marca dos 100 pontos na temporada, mas o Ilhabela não iria deixar o rival celebrar em sua casa, com Fábio Fernandes tomando conta da partida, com dois penais em três minutos e mais um try aos 25′, abrindo 7 pontos na metade final da partida. A exclusão de John Leno aos 20′ atrapalhou a reação dos Leões, que ainda diminuíram com Geimison, mas a conversão perdida adiou a definição do título

Na próxima rodada, os Leões recebem o Jacareí, atual terceiro colocado em duelo que pode valer o título, enquanto o SPAC pode se tornar o primeiro bicampeão do Desenvolvimento se vencer o Guarulhos e os Leões caírem diante dos Jacarés.

Campeonato Paulista de Desenvolvimento – Semana 13:

Dia 06/10/2018 às 15h – SPAC B 29 X 14 Jacareí B
Árbitro: Renato Scalércio
Auxiliares de linha: Regis Dantas e Carlos Aleixo
4º árbitro: Genival Souza Filho
Local: SPAC – São Paulo, SP

Dia 06/10/2018 às 16h – Ilhabela 16 X 14 Leões de Paraisópolis
Árbitro: Guillaume Riberá
Auxiliares de linha: Guilherme de Queiroz e Renata Martinez
4º árbitro: Vanessa Xavier
Local: Campo do Portinho – Ilhabela, SP

Sobre o Campeonato Paulista de Desenvolvimento

A divisão de Desenvolvimento do Campeonato Paulista de Rugby é a porta de entrada para as divisões adultas no estado e foi criado com o objetivo de criar um ambiente competitivo e ao mesmo tempo mais espaçado e com menos deslocamentos, para equipes que ainda estão se estruturando. Permite também a disputa de times B e a participação de atletas de divisões superiores e M19 em seu elenco, dando ritmo de jogo para atletas retornando de lesões ou veteranos.

A disputa ocorre em grupo único, em jogos de ida e volta. O campeão estará classificado para a Série D em 2019. Não há descenso.

Os participantes desse ano são:
Medicina, SPAC B e Leões de Paraisópolis (São Paulo), Guarulhos, Ilhabela e Jacareí B

Sobre a Federação Paulista de Rugby

Com mais de 100 clubes filiados e mais de uma dezenas de competições oficiais, a Federação Paulista de Rugby é a federação estadual com maior representação no rugby brasileiro, contando com cerca de 1/3 de todo o rugby jogado em território nacional e promovendo o crescimento sustentável em São Paulo de um dos esportes que mais crescem no Brasil.

Rugby paulista: há 120 anos produzindo campeões e campeãs.