“Banheiro de bolso” é destaque em etapa do Mundial de Surf

Por: Share:
(Foto: Divulgação)

O São Chico ECO Festival faz parte do projeto da embaixadora do surfe feminino na Wold Surf League (WSL), Marina Werneck, com o objetivo de fortalecer o crescimento da categoria no Brasil e fomentar atividades de preservação do meio ambiente.

Por esse motivo, entre os dias 05 e 07 de outubro, além das competições do Circuito Mundial da WSL, na Prainha, na ilha de São Francisco do Sul – SC, várias atrações estão programadas, entre elas atividades de educação ambiental e preservação da natureza.

Uma “Vila Ecológica” também será construída e nela serão instalados pela Número 1 dois banheiros sustentáveis – sem instalação hidráulica, sem rede de esgoto e onde os resíduos poderão ser reaproveitados.

“Estamos muito contentes em fazer parte de mais esse projeto, demonstrando o potencial sustentável do nosso produto. Desde o início a ideia era desenvolver uma solução com características de privacidade, higiene, praticidade e que fosse ecologicamente correta. E nada melhor que um evento como esse para levantarmos essa discussão tão importante”, destaca o catarinense Flavio Boabaid, responsável pelo Número 1 – Banheiro de Bolso Sustentável.

Seis linhas temáticas socioambientais serão exploradas durante o ECO Festival, como praia acessível para todos, ecoturismo, gerenciamento de resíduos sólidos na orla da Prainha, educação socioambiental, preservação e fomento à alimentação saudável. Será promovida uma série de atividades para o público em parceria com instituições renomadas internacionalmente, como a ONU, através da campanha Mares Limpos, Projeto Ecosurf, Projeto Route, entre outros.

Banheiro do futuro

Flavio Boabaid explica que “’O Banheiro do Futuro’ é excelente para o meio ambiente, pois economiza água – dispensa a instalação hidráulica e rede de esgoto, assim não há necessidade de descarga das privadas e nem torneira para lavar as mãos, que são higienizadas com álcool gel, gerando uma economia de até 30 litros de água a cada usuário”.

Com a solução, homens e mulheres de todas as idades podem urinar em qualquer lugar que ofereça um mínimo de privacidade. O produto tem o formato de um envelope de 17 X 17 cm e abre como uma carteira. É composto internamente por uma manta de celulose reciclada – que proporciona absorção de até 700 ml de urina em poucos segundos, livre de odores.

Lixo Plástico

Outro causador da poluição dos oceanos e que vem sendo combatido fortemente no mundo todo, é o lixo plástico. Para o Número 1, por exemplo, Boabaid investiu em estudos e pesquisas para produzir uma embalagem de plástico reciclado e biodegradável, podendo ser descartado no lixo convencional e que se decompõe mais rapidamente no ambiente. “Esse plástico é tratado com um novo aditivo, uma resina especial, que o transforma em biomassa, H2O e Co2 em apenas 24 meses, sendo totalmente absorvido pelo meio ambiente sem resíduos tóxicos na sua decomposição”, completa.

O resíduo, que não tem odor, pode ser destinado para aterro sanitário, compostagem, como adubo orgânico ou na produção de biogás. “Estamos estudando com o Departamento de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Santa Catarina e com o Centro de Pesquisas do Exército, a colocação de sementes dentro do Número 1, assim, quando a pessoa jogar o produto usado no lixo, na verdade estará plantando uma árvore – isto porque a urina é rica em nitrogênio, ureia, fósforo, fosfato sendo um adubo natural”.

O Número 1 já foi testado e aprovado por cadeirantes, idosos e demonstra que pode ser aproveitado em muitos outros casos em que a pessoa não tenha um banheiro próximo e precise atender sua necessidade de maneira limpa, sem odor e com independência.