SP promove 1º Encontro Estadual sobre Transplantes e Doação de Órgãos

Por: Share:
O coração de uma jovem de 37 anos foi captado para transplante na Santa Casa de Jacareí. A cirurgia durou aproximadamente três horas. (Foto: Alex Britto/PMJ)

A Secretaria de Estado da Saúde promove, nos dias 24 e 25 de setembro, o 1º encontro de profissionais que atuam com doação e transplantes de órgãos em SP. O evento inédito ocorre em celebração ao ‘Setembro Verde’, mês de incentivo à doação de órgãos, e vai homenagear as equipes com os melhores indicadores na área.

O encontro, que ocorre na capital paulista (confira endereço e programação abaixo), tem como principal meta a integração e atualização do conhecimento técnico-científico de gestores de saúde, médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos e assistentes sociais ligados à área de cuidados intensivos (UTI, reanimação, sala de emergência, etc.), que atuam nas 150 CIHT (Comissões Intra-hospitalares de Doação e Transplantes) e 10 OPO (Organizações de Procura de Órgãos) no Estado de São Paulo.

A homenagem das CIHT ocorre no primeiro dia (24), com abertura às 18h30, contando com a presença de secretário adjunto da Saúde Estadual, Antonio Rugolo Júnior e do diretor superintendente do Hospital do Rim (HRIM) e membro do Conselho Consultivo da ABTO (Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos), José Osmar Medina Pestana.

O segundo dia (25) será marcado por palestras de médicos e especialistas de referência no setor, sobre temas como Ética e Bioética no processo doação x transplante, captação de córnea, entre outros.

Há mais de 200 profissionais inscritos, representando 95 hospitais paulistas que atuam na notificação sobre potenciais doadores de órgãos.

“As equipes hospitalares possuem um papel fundamental no processo de viabilização de potenciais doadores de órgãos para o Sistema Estadual de Transplantes do Estado de São Paulo. Reunir os profissionais que atuam na área é uma oportunidade de valorizar a importância deles no processo, e estimulá-los a continuar trabalhando em prol da doação de órgãos”, afirma a coordenadora da Central de Transplantes, Marizete Medeiros.

Recorde de transplantes no país
O Estado de São Paulo realiza cerca de 40% dos transplantes do Brasil. A Central de Transplantes paulista foi pioneira no país, e completou 21 anos em julho de 2018, com um balanço superior a 100 mil doações foram realizadas em mais de duas décadas.

Em 2018, até o mês de setembro, foram realizados no Estado de São Paulo 2.234 transplantes de órgãos, sendo 1.528 de rim, 491 de fígado, 75 de coração e 73 de pulmão.

Se comparado há 10 anos, é possível ver um aumento substancial no número de transplantes, visto que em 2008, foram realizados 1270 transplantes de órgãos, o que representa um aumento de 76%.

Os números são resultado do trabalho das Comissões Intra-Hospitalares de Transplantes (CIHT), que realizam a busca e identificação de doadores potenciais de órgãos e tecidos na instituição onde está sediada, por meio da articulação com as equipes médicas da instituição, em especial as das Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) e Urgência e Emergência, no sentido de estimular o adequado suporte para fins de doação, colaborando para a otimização e manutenção das condições clínicas do doador. O trabalho das comissões, em parceria com as Organizações de Procura de Órgãos (OPOs), é essencial na viabilização e cuidado dos doadores de órgãos, e consequentemente para a otimização do cenário de transplantes em SP.

Serviço:
I Encontro Estadual das Comissões Intra-Hospitalares de Transplantes do Estado de São Paulo
Datas: 24 e 25 de Setembro
24/09: das 18h30 às 22h
25/09: das 08h às 16h
Local: Centro de Convenções Rebouças
Endereço: Av. Rebouças, 600 – Pinheiros, São Paulo – SP

Veja também