Aparecida recebe debate com presidenciáveis promovido pela CNBB

Por: Share:
A jornalista Joyce Ribeiro será a mediadora do debate em Aparecida. (Foto: Divulgação)

Toda a Rede Aparecida de Comunicação está mobilizada para a transmissão, nesta quinta-feira, às 21h30, do Debate de Aparecida, com candidatos à Presidência da República. Promovido pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), organizado e gerado pela TV Aparecida, o encontro tem como mediadora a jornalista Joyce Ribeiro.

O debate com presidenciáveis, que dará ao eleitor mais uma oportunidade de conhecer melhor as ideias dos candidatos, será realizado no Santuário Nacional, na arena do Centro de Eventos Padre Vítor Coelho de Almeida, em Aparecida (SP). A transmissão será feita pelas emissoras católicas de TV e Rádio, além de portais de internet, que englobam: TV Aparecida, Rádio Aparecida, Rádio POP FM, Portal A12.com, Youtube.com/tvaparecida e o aplicativo da Rede Aparecida.

Representantes dos partidos confirmaram as presenças dos seguintes candidatos: Henrique Meirelles, Marina Silva, Guilherme Boulos, Ciro Gomes, Geraldo Alckmin, Álvaro Dias, Fernando Haddad. O candidato Cabo Daciolo não vai participar por estar em oração e Jair Bolsonaro está hospitalizado.

A interatividade do telespectador com o Debate de Aparecida terá ainda um forte reforço nas redes sociais. Via portal A12, responsável pelas páginas do Santuário Nacional e dos veículos da Rede Aparecida de Comunicação, o Twitter fará parceria para monitoramento – em tempo real – da hashtag oficial do debate: #DebateAparecida. Na parceria com o Twitter, a hashtag ficará fixa na tela da TV Aparecida durante todo o Debate, com o contador do número de menções. O público ainda poderá interagir durante a transmissão, via Periscope, com o perfil @tvaparecida.

É a segunda vez que a TV Aparecida, a pedido da CNBB, organiza e transmite um debate de presidenciáveis. A primeira ocorreu no pleito eleitoral de 2014, quando os políticos tiveram a possibilidade de apresentarem suas ideias aos eleitores.

O padre Evaldo César, Superintendente da Fundação Nossa Senhora Aparecida, avalia a importância do debate da CNBB: “Estamos profundamente felizes em colocar a estrutura da Rede Aparecida de Comunicação a serviço da CNBB. Desde o começo, quando recebemos essa incumbência, pensamos em fazer o melhor para que nosso povo, especialmente os homens e mulheres de fé, possam ter mais uma possibilidade de avaliar as propostas políticas dos presidenciáveis”.

Formato
O debate eleitoral tem previsão de duração de 2 horas. Algumas perguntas apresentadas aos políticos serão sorteadas, outras feitas por bispos da CNBB e jornalistas previamente inscritos. Também estão previstas perguntas entre os próprios candidatos. Réplicas e tréplicas serão permitidas em alguns momentos.

São cinco blocos. No primeiro, o mediador fará a abertura, citando as emissoras que estão transmitindo. Em seguida, dará os nomes dos candidatos que estão presentes e os que não compareceram ao encontro. Na sequência, o GC (Gerador de Caracteres) cita os nomes dos outros candidatos sem representação na Câmara dos Deputados e que não participarão do debate. A primeira pergunta – destinada a todos os candidatos, que terão 2 minutos – será feita por um (arce)bispo designado pela presidência da CNBB.

No segundo bloco será aberta a possibilidade de confronto direto entre os candidatos, com tema livre. O mediador vai sortear o candidato que irá perguntar e o que responderá. A pergunta deverá ser feita em até 30 segundos, com resposta em 2 minutos, réplica em 1 minuto e meio e tréplica em 1 minuto.

No terceiro bloco, as perguntas serão feitas por jornalistas indicados pela direção da Rede Aparecida de Comunicação. Os temas serão definidos previamente e as perguntas pré-definidas pela organização do debate. Será feito um sorteio na hora para definir qual candidato irá responder, no tempo máximo de dois minutos.

No quarto bloco, será aberta a possibilidade de confronto direto entre os candidatos, com tema livre. O mediador fará o sorteio do candidato que irá perguntar e de outro para responder. A pergunta deverá ser feita em até 30 segundos, com resposta em dois minutos, réplica em 1 minuto 30 segundos e tréplica em 1 minuto.

No quinto e último bloco as perguntas, com tema livre, serão feitas por bispos indicados pela CNBB, sendo um bispo para cada candidato. O mediador vai sortear na hora o candidato que irá responder. A pergunta será feita em até 30 segundos e as respostas em 2 minutos. Neste bloco também serão feitas as considerações finais de cada candidato, sendo que cada um terá 1 minuto.

Veja também