Secretaria do Estado orienta estratégias contra a febre amarela em São José

Por: Share:
Durante o evento, foi apresentado o modelo que o Estado de São Paulo desenvolve desde o início deste ano, que é vacinar as pessoas que residem nos corredores ecológicos, que são as áreas próximas às matas. (Foto: Beto Faria/PMSJC)

Cerca de 80 profissionais da Saúde, representantes dos municípios de São José dos Campos e toda a região do Vale do Paraíba e litoral norte, se reuniram com a Coordenação do Programa de Imunização do Estado de São Paulo.

O objetivo foi receber as orientações para a condução da imunização contra a febre amarela. A reunião aconteceu nesta quinta-feira (11), no Auditório Elmano Ferreira Veloso, no Parque da Cidade, região norte da cidade.

Durante o evento, foi apresentado o modelo que o Estado de São Paulo desenvolve desde o início deste ano, que é vacinar as pessoas que residem nos corredores ecológicos, que são as áreas próximas às matas.

Em São José, a Prefeitura iniciou no final do ano passado uma campanha de atualização de carteira de vacinação dos moradores da região norte, que vivem próximas do corredor ecológico que compreende a cidade.

O objetivo principal foi imunizar o máximo de pessoas que transitam frequentemente para Monteiro Lobato, município que tem indicação de vacina contra a febre amarela. A previsão é que nas próximas semanas esta estratégia preventiva seja realizada no distrito de São Francisco Xavier.

Até o dia 2 de fevereiro (véspera da campanha oficial contra a febre amarela), a Prefeitura de São José dos Campos continuará com mesmo esquema de aplicação das vacinas junto às unidades básicas de saúde.

Há uma escala de UBSs por dias da semana, atendendo as todas as regiões (veja quadro abaixo) da cidade. Este procedimento de imunização otimiza o uso dos frascos da vacina, evitando o desperdício de doses.

A recomendação da Vigilância do Estado é que as vacinas devam ser procuradas por pessoas que vão viajar para as zonas endêmicas, já que não há a circulação do vírus da Febre Amarela em São José dos Campos.

Idosos

A partir desta sexta-feira (12), idosos com idade acima de 60 anos poderão ser vacinados mesmo sem a autorização médica.

A medida foi tomada em conjunto com a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo que preconiza que somente idosos imunodeprimidos ou que tenham algum tipo de restrição imunológica não tomem a vacina.

Contraindicação

A dose da vacina contra a Febre Amarela não está indicada para gestantes, mulheres amamentando crianças com até 6 meses e pessoas imunodeprimidas, como pacientes em tratamento quimioterápico, radioterápico ou com corticoides em doses elevadas (portadores de Lúpus, por exemplo).

Em caso de dúvida, é importante consultar o médico.

O Ministério da Saúde recomenda vacinação contra Febre Amarela com pelo menos 10 dias de antecedência, a partir dos 9 meses de idade, somente aos indivíduos que se deslocam para as áreas de risco de adquirir a doença. Essas regiões podem ser consultadas nas Unidades Básicas de Saúde.

Campanha

Após o início da campanha, prevista para os dias 3 a 24 de fevereiro, a estimativa é que sejam vacinadas cerca de 1 milhão e duzentas mil pessoas no Vale do Paraíba.

Durante a campanha, a vacina será aplicada em uma dose menor. A diferença que ocorre com a diminuição do volume é no tempo de proteção.

Com a dose padrão de 0,5 ml a proteção é permanente, enquanto com a dose fracionada de 0,1 ml a proteção é por oito anos.

Postos de Vacinação:

Horário de vacinação: Das 8h às 14h

Segunda-feira – região sul

Bosque dos Eucaliptos, UBS Dom Pedro, UBS Residencial União

Terça-feira – região leste

UBS Vila Industrial/Tatetuba, UBS Eugênio de Melo, UBS Paraiso do Sol, UBS Campos de São José

Quarta-feira – região norte

UBS Vila Paiva, UBS Telespark

Quinta-feira – região centro

UBS Jardim Paulista, UBS Vila Maria, UBS Centro I, UBS Centro II

Sexta-feira – regiões oeste e sudeste

UBS Jardim das Indústrias, UBS Putim, UBS Interlagos