Sessão Solene marca abertura da 8ª Semana da Mobilização pela Educação de Pinda

Por: Share:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Uma Sessão Solene realizada no dia 19 de setembro abriu a 8ª Semana de Mobilização Social pela Educação de Pindamonhangaba, instituída através das Leis Municipais nº 5.077/2010 e 5.422/2012, que tem como lema oficial: “Para a Educação melhorar, todos devem participar”.

A Semana de Mobilização Social pela Educação tem por objetivo fomentar a efetiva participação das famílias e dos responsáveis na vida escolar das crianças, jovens e adolescentes, no sentido de construir, motivar e divulgar projetos e ações de mobilização e realização de atividades que contribuam com a melhoria da educação no município de Pindamonhangaba.

O evento busca sensibilizar a sociedade, em especial, as famílias sobre a importância da educação no desenvolvimento individual e social, despertando em vários segmentos da sociedade, o interesse e o compromisso social na afirmação do direito de todos à educação de qualidade e o papel de cada um como protagonista dessa ação.

Dentre as atividades da Semana de Mobilização Social pela Educação em Pindamonhangaba está a divulgação de dados sobre a educação no âmbito municipal e o envolvimento da sociedade no processo de proposição de ações educativas para o trabalho de aproximação entre a escola e comunidade, com foco nos traços da cultura popular, e incentivar o protagonismo juvenil entre os estudantes por meio de ações diversas.

Em seu discurso, o Orador Oficial da Sessão, Mestre Cristiano Ferreira, disse que revisitou seus textos acadêmicos e lembrou Vigoski – russo que trabalhou em pesquisa junto à educação. Cristiano também lembrou que Jean Piaget não era pedagogo, era biólogo e que insistia até onde a biologia pode determinar o que somos, até onde o nosso DNA pode determinar o que somos. Cristiano diz que Vigoski dá uma resposta diferente, ele diz que o trabalho de cada um, o nosso trabalho junto às crianças, aos adolescentes, aos adultos carentes, faz toda a diferença.

A Presidente do Comitê de Mobilização Social pela Educação de Pindamonhangaba, Simone Braça, agradeceu a militância na luta por uma educação de qualidade. Enalteceu os pais e as famílias pelo envolvimento na educação de seus filhos, destacando a importância do seu acompanhamento. Ela destacou o tema deste ano, “Educação Inclusiva – Educação Social” enfatizando a homenagem à APAE e às ONGs que desenvolvem ações de apoio à educação.

O Secretário de Educação e Cultura, professor Júlio César Augusto do Vale, no ato representando o prefeito Dr. Isael Domingues, mencionou o fato do dia 19 de setembro ser comemorado os 96 anos do nascimento de Paulo Freire, esse brasileiro que exportou conhecimento para o mundo inteiro e tornou nosso país conhecido e reconhecido pela nossa pedagogia crítica. Ele parabenizou os educadores, gestores, professores e as entidades que sempre se dedicaram a este momento.

Em seu discurso, o Professor Luís Otávio Palhari, Presidente da FUNVIC – Fundação Vida Cristã, mantenedora da Faculdade de Pindamonhangaba, destacou que a entidade tem uma representante à frente deste trabalho e com isso tiveram a oportunidade de interagir com as escolas e com os gestores. Disse que a educação é movimentada por aqueles que são chamados como representantes e sacerdotes, e acredita que possam trazer transformações e mudanças para nossa sociedade.

O representante da Delegacia Regional de Ensino, professor José Antônio Medina Marques evidenciou que o educador vive de ação, ele crê, tem esperança e tem que agir. Para Medina, o que deve prevalecer é a família, os valores familiares. A Educação vai fazer isso.

O evento prestou homenagens às escolas, ONGs e aos segmentos que realizam projetos sociais para crianças e jovens.

Foram agraciadas as seguintes entidades: Escola Estadual Professora Alexandrina Gomes de Araújo Rodrigues, através do gestor Ricardo de Carvalho; Escola Estadual Dirce Aparecida Pereira Marcondes, pela gestora Ivana Maria Alvarenga Monteiro; Escola Estadual Professora Eunice Bueno Romeiro, representada pela gestora Laura Lúcia de Oliveira Santos; Escola Municipal Professor Paulo Freire, recebida pela gestora Fabíola Queiroz e a Escola Municipal Professora Odete Corrêa Madureira, com a gestora Solange Arantes Corrêa Madureira.

Homenageadas pela FUNVIC/UNESCO, as entidades: Escola Municipal Julieta Reale Viera, recebida pelas professoras Célia Regina Ascenço e Solange Pessotti de Almeida e a Escola Municipal Manoel César Ribeiro, através das educadoras Rosália de Fátima Santos Queiroz e Lilian Aparecida de Paula Santos.

Também receberam homenagens as seguintes ONGs: Projeto Saindo das Ruas, pelo Presidente Carlos Magno; APAE – Associação dos Amigos dos Excepcionais, através da Presidente Andréa Campos Sales; Projeto Bom na Escola Bom de Bola, recebida pelos Fundadores Anderson Rocha e Jefferson Aparecido Marcondes Martins e o Projeto Solidariedade, Turismo e Lazer, representado por seu presidente José Aurélio Alves Lopes.

Também homenageadas dezenas de famílias que se destacaram no aproveitamento e desenvolvimento de projetos implantados pelas escolas estaduais e municipais que estimularam a participação dos pais na vida escolar de seus filhos.