TV Aparecida exibe novela “A padroeira”

Por: Share:

A TV Aparecida vai exibir, a partir do ano que vem, a novela “A Padroeira”, conteúdo licenciado pela TV Globo. A obra retrata o início da devoção a Nossa Senhora Aparecida, que completa 300 anos em 2017.

A estreia na TV Aparecida será no dia 17 de abril. A trama possui 215 capítulos e será exibida de segunda-feira a sábado em dois horários: 19h00 e 22h30.

A negociação do licenciamento do conteúdo com a TV Globo começou em 2015 e foi concluída com a assinatura do contrato em outubro deste ano.

“A novela é a maneira preferida do brasileiro para assistir às histórias e um presente para os devotos que estarão em festa no próximo ano”, afirma o diretor de Programação da TV Aparecida, Padre William Betonio.

Sobre a Novela:

“A Padroeira”, novela de Walcyr Carrasco, inspirada em uma ideia original de Walter Avancini, com direção geral também de Walter Avancini e Mário Márcio Bandarra, estreou no dia 18 de Junho de 2001, às 18 horas, na TV Globo.

A trama se passa em 1717, na vila de Guaratinguetá-SP e conta a história do amor impossível de Valentim (Luigi Baricelli) e da fidalga Cecília (Deborah Seco).

O encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida por três pescadores no rio Paraíba do Sul, seus primeiros milagres e o esforço de Atanásio Pedroso (Jackson Antunes) para a construção da primeira capela dedicada à santa servem de pano de fundo para a luta de Valentim (Luigi Baricelli) por Cecília e para encontrar o mapa das minas de ouro originalmente descobertas pelo pai.

Valentim foi criado pelo tio, o poeta Manoel (Otávio Augusto), pois seu pai, ao se negar a revelar para Portugal a localização das minas, foi considerado traidor da coroa e encarcerado em Lisboa. A mãe de Valentim foi para Portugal e o deixou com o tio poeta.

Valentim treinou-se nas artes da guerra e das armas, única alternativa encontrada por ele para não cair na miséria.

“Os fatos relacionados à imagem de Nossa Senhora Aparecida são documentados pela igreja.

Não haverá nenhuma invenção nesse sentido. O que se relaciona à santa é verídico”, disse o autor Walcyr Carrasco à época do lançamento da novela pela TV Globo.