Francisco Piorino lança livro sobre o pintor José Monteiro França

Por: Share:
Francisco Piorino e a capa da sua nova obra. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)
Francisco Piorino e a capa da sua nova obra. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)

O escritor, historiador e membro da Academia Pindamonhangabense de Letras, Dr. Francisco Piorino Filho está prestes a lançar o seu décimo segundo livro. A nova obra do acadêmico conta uma pouco da vida e obra do grande pintor pindamonhangabense José Monteiro França, até hoje, um ilustre desconhecido em sua terra.

Segundo Piorino, José França criou várias obras importantes ao longo de sua vida, depois de estudar na Escola de Belas Artes do Rio de Janeiro.

“É o artista plástico de Pindamonhangaba injustamente esquecido pelas autoridades e pelo próprio povo”, afirma o escritor.

Livros escritos por Francisco Piorino. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)
Livros escritos por Francisco Piorino. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)

O livro, ainda em fase de finalização, deverá ser lançado em breve. Esse será o 12º livro do escritor, que com suas obras, procura contar e resgatar a história de grandes personagens da cidade e da própria Princesa do Norte.

São obras de Franciso Piorino, Os Pindamonhangabenses da Guarda de Honra do Príncipe Dom Pedro (1989); Fatos em Crônicas (1989); Juó Bananéri – O Baolista de Pindamonhangaba (1992); II Jogos Regionais do Litoral (1996); 100 Anos – Centenário do Monsenhor João José de Azevedo (1998); Biografias (2001); Dom José Marcondes Homem de Mello – Arcebispo – Bispo de São Carlos (2008); O Grande Amigos das Árvores – João Pedro Cardoso (2009); Eloy Chaves (2010), Algumas Lembranças – crônicas (2011); Fatos em Fotos – De Pindamonhangaba Antiga e, agora, o livro intitulado José Monteiro França (2015).

JOSÉ MONTEIRO FRANÇA

José Monteiro França nasceu em Pindamonhangaba em 21 de outubro de 1875, filh ode Arlingo G. da Cunha e França e de Dona Benedicta Eugêncio M. de França.

Por volta de 1891 mudou-se para o Rio de Janeiro, onde depois de algum tempo passou a estudar  na escola de desenho Lyceu de Artes de Offícios, fazendo o curso em dois anos com grande aproveitamento, sendo considerado um dos melhores alunos daquele estabelecimento.

Matriculou-se na Escola de Bellas Artes e teve como professor uma das mais belas individualidades artísticas do nosso país, o senhor Henrique Bernardelli. Por lá, ficou por cinco anos.

Em 1904 obteve dois grandes prêmios com o quadro “Na Cozinha”, obtendo menção honrosa em 1º grau e um documento de honra ao mérito assinado por seu mestre na Escola de Bellas Artes.

Participou de várias exposições entre 1903 e 1940. Em 1906 e 1912, realizou duas exposições individuais, somente com suas obras.

A sua última exposição foi no 7º Salão Paulista de Belas Artes, no Salão de Arte da Prefeitura de São Paulo, em 1940.

José Monteiro França faleceu em 24 de março de 1944, aos 77 anos de idade.