Empresas já apostam no Polo Automotivo de Jacareí

Por: Share:

PortalR3Nova linha de montagem da Chery, voltada à produção do SUV Tiggo 5, uma empresa de logística já em processo de instalação e pelo menos outras oito empresas, fornecedoras da montadora chinesa, em fase final de negociação – que, juntos, somam mais de R$ 412 milhões em investimentos e podem gerar até 300 postos de trabalho. Destaques do lançamento do Polo Automotivo e Tecnológico de Jacareí, na noite de segunda-feira (20), os anúncios foram feitos diante de uma plateia de mais de 500 convidados, que lotou a Sala Ariano Suassuna do EducaMais Jacareí.

A médio e longo prazos, os investimentos previstos no polo atingem US$ 700 milhões, com a geração de 5.000 empregos diretos em até 25 empresas, que deverão se instalar em uma área de 4 milhões de metros quadrados no entorno da fábrica da Chery.

Entre os anúncios já firmados estão a terceira linha de montagem da Chery, com capacidade para montar até 30 mil unidades do SUV Tiggo, que deve ter as obras iniciadas em setembro. A empresa de logística Brazul também está se instalando em uma área de 40 mil m², em frente à fábrica, com investimento de R$ 12 milhões e possibilidade de geração de mais de 50 empregos diretos no auge da produção. Mais oito fabricantes de autopeças estão com processos adiantados para se instalarem no entorno da fábrica.

Especializada em transporte de veículos sobre carretas (as “cegonhas”), a Brazul deve oferecer toda a logística estratégica para o escoamento da produção da Chery para suas mais de 70 concessionárias espalhadas pelo país. As demais fornecedoras de autopeças também são estratégicas para a Chery, já que permitirão à montadora atingir – e superar – o índice mínimo de 65% de nacionalização de peças previsto pelo programa InovarAuto, do governo Federal.

Segundo o vice-presidente da Chery, Luís Curi, com o Polo Automotivo a montadora poderá atingir um índice de nacionalização dos veículos superior a 70%, o que vai tornar os carros da montadora ainda mais competitivos no mercado do Brasil e de outros países da América Latina. Ainda de acordo com o executivo, a produção de veículos em todas as unidades da Chery saltou de 1 milhão em 2007 para 5 milhões em 2014. “O Brasil é um país com um enorme potencial de crescimento no mercado de automóveis e estimamos que deverá dobrar o volume anual de vendas em pouco tempo, atingindo entre 6 milhões e 7 milhões de unidades por ano”, afirmou Curi.

Para o presidente da Chery, Roger Peng, o cenário atual da economia brasileira é ‘desafiador’ e os investimentos da montadora em Jacareí refletem a confiança da empresa no potencial de vendas do mercado brasileiro e da América Latina. “O Brasil é um dos mais importantes mercados de automóveis do mundo. No momento que o mercado retomar o crescimento, nós queremos estar fortes para competir”, disse Peng, que também ressaltou o empenho da Prefeitura e da Câmara de Jacareí na elaboração de uma nova legislação de ocupação e uso do solo e de incentivos fiscais.

‘Momento histórico’ – A oficialização do Polo Automotivo e Tecnológico de Jacareí foi considerada um “momento histórico” para o município, na avaliação do prefeito Hamilton Ribeiro Mota. “Tudo começou no primeiro mandato do ex-prefeito Marco Aurélio de Souza, quando nós definimos um novo Marco de Desenvolvimento Econômico para o município, com base na certeza de que o futuro de uma cidade ultrapassa os mandatos dos prefeitos”, disse Hamilton.

De acordo com o prefeito, em troca das isenções as empresas firmaram um acordo para realização de obras de melhorias e infraestrutura na região. “A região próxima do polo tem 30 milhões de metros quadrados e a perspectiva é que ela receba nos próximos anos 150 mil novos moradores. Seria uma nova Jacareí”, completou Hamilton.

A lei que instituiu o Polo Automotivo e Tecnológico de Jacareí prevê, ainda, a possibilidade de criação de outros polos industriais na cidade, ocupando áreas com grande potencial de crescimento no entorno da atual malha urbana. Com apoio do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), o lançamento do Polo contou também com a presença de Juan Quirós, presidente da agência de investimentos do Estado, o Investe São Paulo, de Ricardo Esper, diretor regional do Ciesp, de empresários e outras autoridades de Jacareí e da região.