Angola Cables marca presença na Semana de Vela de Ilhabela

Por: Share:
Com patrocínio da Angola Cables, Mussulo III marca presença na mais tradicional competição da América Latina. (Foto: Divulgação)
Com patrocínio da Angola Cables, Mussulo III marca presença na mais tradicional competição da América Latina. (Foto: Divulgação)

A embarcação Mussulo III será uma das atrações da 42ª edição da Ilhabela Sailing Week, considerada a competição náutica mais tradicional da América Latina. Vencedora do Refeno (Regata Internacional Recife – Fernando de Noronha) 2013 e uma das primeiras colocadas no ano passado, participou também da regata internacional Cape Town – Rio 2014, que cruzou o Atlântico. O veleiro competirá em Ilhabela (SP) com uma equipe formada por dez tripulantes, entre eles oito brasileiros e dois angolanos, incluindo o comandante José Guilherme Caldas.

publicidade

O patrocínio da Angola Cables são bons ventos ao core business da companhia de telecomunicações, que acaba de ancorar no Brasil e tem no país um de seus maiores projetos – o SACS – South Atlantic Cable System, que consiste em conectar os continentes africano e americano, por meio de um cabo de fibra ótica submarino que sairá de Luanda e chegará em Fortaleza, via oceano Atlântico. “A Angola Cables é patrocinadora de esportes náuticos, tanto em Angola como no Brasil. Trata-se de uma modalidade que se encaixa no nosso perfil, na medida em que é por meio de nossos cabos submarinos de fibra óptica, que atravessam oceanos, que pretendemos impactar a vida das pessoas. Somos, como todos os velejadores, movidos a desafios constantes e, por isso, é com entusiasmo que partilhamos o mesmo espírito”, explica o CEO da Angola Cables, António Nunes.

Na competição, a embarcação Mussulo III disputará todas as provas da classe ORC/ IRC, além da Regata Alcatrazes por Boreste Marinha do Brasil, entre 4 e 5 de julho. Os vencedores serão premiados em 7 de julho.

A Ilhabela Sailing Week acontece entre os dias 4 e 11 de julho, no litoral de São Paulo (SP), e já reúne mais de 130 barcos inscritos. O evento deve contar com cinco mil turistas e um impacto de aproximadamente R$ 7 milhões na economia local.