Festival de Contação de Histórias termina com música em São José

Por: Share:
Formada por Rosana Brito, Isabella Ladeira e Gutti Mendes, a banda apresentou um repertório com sucessos de grandes compositores brasileiros, além de canções de autoria própria. (Foto: Antonio Basilio/PMSJC)
Formada por Rosana Brito, Isabella Ladeira e Gutti Mendes, a banda apresentou um repertório com sucessos de grandes compositores brasileiros, além de canções de autoria própria. (Foto: Antonio Basilio/PMSJC)

Ao som de MPB, a banda Trio Lúdica Música marcou o encerramento do 1º Festival de Contação de Histórias de São José dos Campos. O evento, realizado na noite dessa segunda-feira (8), teve a participação de pessoas de todas as idades no Espaço Quiosque, no Centro da Juventude. Formada por Rosana Brito, Isabella Ladeira e Gutti Mendes, a banda apresentou um repertório com sucessos de grandes compositores brasileiros, além de canções de autoria própria.

“Estou sempre no Centro da Juventude para fazer uma caminhada ou correr, mas hoje este som me chamou a atenção. São músicas que ajudam a relaxar. É bem legal este tipo de iniciativa, tanto que parei meus exercícios para ouvir a banda”, afirmou a dona de casa Milene Cristal, de 46 anos.

O estudante Rafael Macedo, de 18 anos, também foi atraído pelo espetáculo. “Estava passando e o som me chamou atenção. Estou curtindo muito o show”, falou Rafael.

Para a dona de casa Michele Miranda, de 34 anos, que estava no show de encerramento, participar do festival foi um privilégio. “Moro ao lado do pavilhão e participei da programação do festival toda segunda-feira com a minha filha. Eu adorei o evento”, contou Miranda.

Contaí

Durante os 12 dias de festival, foram desenvolvidas 45 atividades no Centro da Juventude e mais de 25 contações de histórias em 14 locais da cidade. O Festival é uma iniciativa da Secretaria de Promoção da Cidadania, em parceria com a Secretaria de Educação, Fundação Hélio Augusto de Souza – Fundhas, Fundação Cultural Cassiano Ricardo – FCCR e Associação Joseense para o Fomento da Arte e da Cultura.

O evento ofereceu para toda a comunidade uma programação rica e diversificada, com narrações em diversas formas de linguagem como em cursos de formação de contadores, exibição de filmes, oficinas, teatros, palestras, shows e vivências.

O Festival também se espalhou pela cidade, levando a narração de histórias para escolas municipais de ensino infantil e fundamental e para os institutos maternos infantis.