Brasil vence Honduras por 1 a 0 em Porto Alegre

Por: Share:
Brasil enfrentou Honduras no Rio Grande do Sul. (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)
Brasil enfrentou Honduras no Rio Grande do Sul. (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

Na noite da quarta (10), o Brasil venceu Honduras por 1 a 0 e conquistou sua décima vitória consecutiva. Com gol de Firmino no primeiro tempo, o time de Dunga saiu vaiado do Beira Rio em Porto Alegre (RS). Este foi o último amistoso preparatório da seleção que estreia na Copa América no próximo domingo (14) contra o Peru.

publicidade

O jogo
O Brasil criou sua primeira oportunidade aos 12 minutos. Philippe Coutinho cruzou na área, David Luiz desviou e na sobra Valladares segurou firme. Aos 18, Firmino recebeu na área e chutou para outra defesa do goleiro hondurenho.

A seleção dominava o jogo. Aos 25 minutos, outra boa jogada da seleção. Fred passou pelo marcador em velocidade e chutou colocado, a bola desviou na zaga e o goleiro hondurenho conseguiu salvar.

Aos 32 minutos o Brasil abriu o placar no Beira Rio. Filipe Luís recebeu na ponta esquerda e encontrou Firmino sozinho para chutar na saída do goleiro Valladares, 1 a 0.

Após o gol, a seleção controlou mais o jogo mas não criou mais chances no primeiro tempo.

No retorno do intervalo, Dunga fez três alterações no Brasil. O atacante Neymar, o meia Douglas Costas e o zagueiro Thiago Silva substittuiram Philippe Coutinho, Willian e David Luiz.

A seleção hondurenha resolveu ousar mais no jogo no 2º tempo. Aos 4 minutos, a defesa brasileira deu bobeira, Najar tomou a bola e chutou de longe levando perigo ao gol de Jefferson. Aos 6, após cruzamento na área canarinho, a bola sobra pra Lozano chutar para fora.

Só aos 18 minutos o Brasil conseguiu criar uma boa chance. Neymar driblou o marcador e chutou cruzado, Valladares se estica todo para salvar o segundo bol brasileiro.

O Brasil voltou a tomar as rédeas do jogo, mas optou por um jogo mais cadenciado, sem se arriscar muito. Aos 30 minutos, após cobrança de escanteio no segundo pau, Neymar aproveitou e chutou em cima do goleiro. Aos 34, Douglas Costas arriscou uma bomba da ponta direita e a bola passou bem perto.