Santuário Nacional acolhe encontro das equipes de Nossa Senhora

Por: Share:
Cerca de 8 mil pessoas participam do evento. (Reprodução)
Cerca de 8 mil pessoas participam do evento. (Reprodução)

O Santuário Nacional de Aparecida acolhe, entre os dias 30 de junho e 3 de julho o Encontro Nacional das Equipes de Nossa Senhora. O evento reúne cerca de 7 mil pessoas e tem como tema: “Matrimonio Cristão, festa da alegria e do amor conjugal”.

O encontro é composto por celebrações, conferências, testemunhos e reflexões, e acontece no Centro de Eventos Padre Vitor Coelho de Almeida e no Santuário Nacional.

Segundo Vanderlei Testa, coordenador de comunicação, o evento acontece a cada 6 anos, e tem o objetivo aprofundar a formação da espiritualidade conjugal, que é o carisma das Equipes de Nossa Senhora.

A reunião também procura fortalecer a união entre as milhares Equipes de Nossa Senhora espalhadas pelo Brasil, além de proporcionar um momento de congraçamento entre os participantes.

Estarão presentes 400 padres de todo o Brasil que exercem o papel de conselheiros espirituais e que acompanharão as atividades dos casais.

A abertura prevista para as 18h contará com a presença do cardeal arcebispo de Aparecida, Dom Raymundo Damasceno Assis e do bispo auxiliar Dom Darci José.

Também estão presentes os representantes da coordenação das equipes de Nossa Senhora, como o casal português Maria Berta e José Moura Soares, responsáveis pelo movimento internacional, o padre Jacinto Faria, conselheiro espiritual internacional, além de Ermelinda e Arturo Zamperlini, o casal responsável pelas atividades nacionais.

Equipes de Nossa Senhora – A história das Equipes de Nossa Senhora teve início em 1938, quando um jovem padre de Paris, Henri Caffarel, recebeu a visita de uma pessoa que desejava lhe falar sobre sua vida espiritual. Alguns dias depois, ela voltou, acompanhada do marido. A seguir, esse casal apresenta o Padre Caffarel a outros três casais. Repletos de amor e cristãos convictos pedem a ele que os guie em busca de viver o seu amor à luz da sua fé.

Durante a II Guerra Mundial, muitos outros grupos de casais se formaram. A reflexão em equipe se expande e se aprofunda.

No final da II Guerra Mundial a formação de casais em equipes era muito intensa. A necessidade de unidade e de uma estrutura concreta surge, e Padre Caffarel e os responsáveis pelo Movimento elaboram um documento fundador, que é chamado de “Carta das Equipes de Nossa Senhora”, ou mais “Estatutos”. O documento continha, os pontos essenciais que cada casal, membro das ENS, deveria seguir: Além da obrigatoriedade da Reunião Mensal, devendo buscar seu aperfeiçoamento através da Oração Conjugal, Dever de Sentar-se, Regra de Vida, Leitura da Palavra e participação em Retiro Espiritual pelo menos uma vez por ano.

Aos poucos o movimento cresceu e hoje está em mais de 70 países.