São Sebastião lança “Disque Denúncia” contra o lixo

Por: Share:
aaa
A multa pode chegar a R$1.500,00 (hum mil e quinhentos reais). (Foto: Divulgação/PMSS)

O secretário da pasta, Sérgio Felix, destaca a importância da participação da população em cooperar com os trabalhos realizados pela secretaria, por meio de mutirões, e assegurar uma qualidade na limpeza nas ruas da cidade. Félix ressalta a necessidade das pessoas se conscientizarem sobre a importância no cuidado com o lixo doméstico e a limpeza de terrenos e calçadas.

O secretário frisa ainda que fiscais da Saúde, Fazenda, Obras e Meio Ambiente, e outros departamentos da Administração Municipal trabalham para orientar, notificar e, se necessário, autuar em caso de infração com base na recente lei, de autoria do Poder Executivo, que prevê a cobrança de multa para quem jogar podas e móveis nas calçadas e vias públicas do município.

A multa pode chegar a R$ 1,5 mil e o infrator terá 72 horas para provar que tomou as medidas necessárias para a remediação do lixo como, por exemplo, a contratação de caçamba para o seu destino final e de forma correta.

Mutirão

O Mutirão de Limpeza começou a semana no bairro São Francisco, região central da cidade, com coleta de podas, entulhos e jardinagem, limpeza de ruas, roçada, capina, guias e sarjetas e outros serviços de manutenção.

Além da equipe de funcionários, que foi reforçada, são utilizados retroescavadeiras e caminhões para a seleção de lixo, entulho, sucata e madeira. A medida também conta com o programa cata-trecos e serviços de pintura de guias.

“Esse serviço é importante nos bairros. A cidade é bonita e merece este cuidado”, diz Manoel de Oliveira, morador do bairro. Ele destaca ainda a importância da população cooperar e preservar a limpeza, e não jogar móveis e entulhos em áreas irregulares. “Nós já temos serviço de coleta e não tem falhado. Não adianta criticar, mas todos precisam fazer sua parte”.

A moradora da Rua Gertrudes, a senhora Egle, reconhece os trabalhos feitos pela Seadre e lamenta que ainda há quem ignore qualquer recomendação e jogue lixo nas ruas e nos rios. “Há um córrego aqui perto e você encontra até sofá jogado de maneira errada”, relata. “Não gosto de ver pessoas que jogam lixo de forma errada. Morro de ciúmes da cidade. Sei que não é minha, mas o município é nosso, todos têm que cuidar”, observa.

Outro morador do bairro, Pedro Leonel, também acredita que além da importância dos serviços realizados por meio dos mutirões de limpeza, é preciso uma cooperação dos moradores. “É necessário a conscientização popular. É fundamental”, comenta ele, que ressalta ainda que os ganhos com os serviços de limpeza realizados pela Prefeitura também ajudam no combate à dengue. “Está uma epidemia, todos têm que ficar de olho e fazer sua parte”, fala Leonel.

Nesta terça-feira (5) a Costa Norte receberá a ação. A limpeza terá início na Praça Eduardo de Moraes, na Enseada, e durante 20 dias atenderá também os bairros do Jaraguá e Canto do Mar.

Dengue

Paralelo ao mutirão de limpeza, a equipe de Vigilância Epidemiológica, vinculado à Sesau (Secretaria de Saúde), também percorre os bairros da região com o trabalho de intensificação em combate à dengue e orientação à população.

Equipes realizam constantemente esses trabalhos para assegurar ganho na qualidade de vida aos moradores da região central e costa norte do município. Equipes da Seadre e Ecopav concentram esforços de aproximadamente 50 funcionários para garantir qualidade nos trabalhos feitos durante os serviços.

VEJA TAMBÉM