São José Rugby e Odontologia Unesp iniciam parceria

Por: Share:
Um grupo de 22 crianças, do projeto social do time de rugby, foi atendido pelos universitários que tiraram moldes para protetores bucais. (Foto: Divulgação/PMSJC)
Um grupo de 22 crianças, do projeto social do time de rugby, foi atendido pelos universitários que tiraram moldes para protetores bucais. (Foto: Divulgação/PMSJC)

O São José Rugby e a Faculdade de Odontologia da Universidade Estadual Paulista (Unesp), de São José dos Campos, iniciaram na tarde dessa terça-feira (19) o projeto “Sorriso Seguro: educação e prevenção de traumas durante a prática esportiva”.

Um grupo de 22 crianças, do projeto social do time de rugby, foi atendido pelos universitários que tiraram moldes para protetores bucais. Além disso, a criançada participou de uma palestra sobre traumas dentários durante a prática esportiva.

O projeto tem como objetivo identificar o grau de conhecimento de treinadores e atletas participantes do Projeto Social do São José Rugby sobre traumas dentários durante a prática da modalidade. Além disso, visa educar esse público por meio de palestras e informativos impressos.

Uma das coordenadoras do projeto, a professora Taciana Marco Ferraz Caneppele, explicou que a atividade dessa terça-feira (19) integra da proposta das universidades públicas. “Esse tipo de instituição está organizada no tripé ensino, pesquisa e extensão. E este é um projeto de extensão universitária que visa fazer a universidade pública interagir e atender a comunidade, envolvendo a formação de alunos de graduação e pós-graduação, mas sempre fora dos muros da universidade.”

O financiamento do projeto é da Pró-Reitoria de Extensão Universitária (Proexp) da Unesp e do São José Rugby, que vai auxiliar na conclusão do projeto com verba para a produção dos protetores bucais.

O diretor de esportes do São José Rugby, João Malaia, afirmou que a parceria com a Unesp é de extrema importância. “A Odontologia da Unesp é uma das mais conceituadas do mundo. Assim, o projeto passa a oferecer aos participantes não apenas um protetor bucal de altíssimo nível, mas a educação dos atletas e dos treinadores sobre traumas e um amplo atendimento.”

João Malaia também explicou que os professores pretendem apresentar os resultados do projeto em congressos da área e submeter artigos científicos a revistas especializadas. “Isto mostra que o São José Rugby está de portas abertas para universidades e institutos de pesquisas. Sem dúvida, o clube só tem a ganhar com este tipo de parceria.”

VEJA TAMBÉM