Pinda recebe Projeto Formação Continuada de Professores da Rede Pública

Por: Share:

PortalR3O Instituto Esporte & Educação (IEE), criado e presidido pela medalhista olímpica Ana Moser, em parceria com a Novelis, líder mundial em laminados e reciclagem de alumínio, a Secretaria da Educação e Cultura e o Ministério do Esporte, inicia o segundo ano do projeto Formação de Professores da Rede Pública em Pindamonhangaba.

O município receberá o primeiro módulo da nova temporada nesta terça e quarta (19 e 20), na Casa Transitória Fabiano de Cristo, no bairro Crispim.

Os encontros terão a participação de 64 profissionais, sendo 50 professores e 14 gestores da rede municipal de ensino. Na terça pela manhã, será realizada uma reunião de articulação e gestão do projeto com representantes da Secretaria de Educação. O período da tarde será para o acompanhamento de professores para qualificação da prática.

Já na programação de quarta, a partir das 8h30, está a cerimônia de lançamento do projeto. Em seguida, será realizada a formação com o grupo de professores e gestores, enfocando a metodologia do esporte educacional e seus princípios.

“É com muita alegria que damos início a mais um ano do projeto Formação de Professores da Rede Pública em Pindamonhangaba, e, mais uma vez, contando com o apoio da Novelis. Os professores que serão atendidos no município são pedagogos, já que a rede municipal não conta com especialistas em Educação Física. Diante dessa realidade, formaremos professores para atuarem com o movimento com intencionalidade e maior qualidade”, afirma Ana Moser, presidente do IEE.

“Ficamos muito felizes com a receptividade que o Projeto teve em 2014, e possibilitar o segundo ano do projeto é muito gratificante, em especial porque sabemos do comprometimento dos participantes e da Secretaria de Educação”, comenta Eunice Lima, diretora de Comunicação e Relações Governamentais da Novelis. “Ao qualificar os educadores para o esporte educacional, ampliamos o acesso de crianças e jovens ao esporte, o que pode refletir em melhoria no rendimento escolar e do comportamento dentro e fora da sala de aula. O esporte tem o poder transformador e é por isso que apoiamos essa iniciativa”, analisa Eunice.

O projeto terá cinco etapas de capacitação, totalizando 80 horas de formação presencial e 20 horas de acompanhamento a distância.

VEJA TAMBÉM