Ubatuba promove e intensifica ações de combate contra a Dengue

Por: Share:
Na última semana, a equipe de nebulização esteve no bairro da Enseada, costa sul, e nesta semana atua na comunidade do Jardim Carolina, região central. (Foto: Divulgação/PMU)
Na última semana, a equipe de nebulização esteve no bairro da Enseada, costa sul, e nesta semana atua na comunidade do Jardim Carolina, região central. (Foto: Divulgação/PMU)

A equipe do Controle de Endemias de Ubatuba informa que segue com as atividades de controle e combate à Dengue nos diferentes bairros da cidade que apresentam casos confirmados ou grande incidência de casos suspeitos.

Na última semana, a equipe de nebulização esteve no bairro da Enseada, costa sul, e nesta semana atua na comunidade do Jardim Carolina, região central.

Segundo o último boletim da Vigilância Epidemiológica da Supervisão de Vigilância em Saúde, atualizado nesta terça-feira (28/4), o município tem 482 casos confirmados de Dengue.

Importante lembrar que esse número diz respeito à quantidade de pessoas que fizeram os exames confirmatórios (NS1 ou Sorologia).

O mesmo boletim apresenta os bairros mais atingidos pela doença: centro e região, Perequê-Açu, Estufa II e, atipicamente, Maranduba.

Nebulizações

Um levantamento demonstra que o número de residências ubatubenses onde houve aplicação do veneno vem aumentando consideravelmente desde 2013.

De 2012 para 2013 o número dobrou. Em 2014 foram mais de 8 mil imóveis nebulizados. Nos últimos quatro meses, já são mais de 4 mil imóveis contemplados.

Coordenador Municipal de Vigilância em Saúde, Jorge Ribeiro afirma que ainda existe muito trabalho a ser feito, mas ressalta que esse número foi alcançado graças à reestruturação da equipe de agentes, que vem trabalhando em turnos diferenciados, inclusive nos fins de semana e feriados.

Além disso, Ribeiro elogiou as parcerias com o setor público, privado e com a população. “Quando o assunto é Dengue, sabemos que a participação e envolvimento da sociedade de forma geral são essenciais e fazem toda diferença”, avalia.

Jorge destaca também que além das atividades de campo, a Vigilância em Saúde investe em ações educativas via parcerias, palestras, divulgação em redes sociais e ações educativas.

“Um exemplo é o bloqueio educativo de combate à Dengue realizado na avenida Professor Thomas Galhardo na última sexta feira (24), em parceria com a Guarda Municipal”, completa o coordenador.

Agente responsável pelo setor de IEC da VIEP (Informação, Educação e Comunicação), Tays Brulher declara que essa atividade de entrega dos kits educativos e adesivos para carros vem para completar as ações dos agentes de endemias pela cidade.

“As atividades educacionais, de forma geral, visam promover a prevenção de doenças e permitir o acesso da população à informação e orientação”, explica Brulher.

“Outra atividade que tem se mostrado bastante eficiente e gerado uma boa quantidade de casas trabalhadas é o Bloqueio e Controle de Criadouros. Desde o início do ano, mais de 7300 imóveis foram visitados pela equipe de agentes do Controle de Endemias”, completa Tays.

VEJA TAMBÉM