São José: Encontro debate o esporte como inclusão para pessoas com deficiência

Por: Share:
Os profissionais puderam conhecer um pouco mais sobre Prática Esportiva e o Desenvolvimento da Pessoa com Deficiência. (Foto: Divulgação/PMSJC)
Os profissionais puderam conhecer um pouco mais sobre Prática Esportiva e o Desenvolvimento da Pessoa com Deficiência. (Foto: Divulgação/PMSJC)

O II Encontro de Tecnologias Assistivas e Estudos da Inclusão reuniu na terça-feira, dia 31, mais de 300 profissionais, que debateram o esporte como política pública de inclusão em São José dos Campos. O evento ocorreu na Secretaria de Promoção da Cidadania, no Jardim América, região sul da cidade.

Durante a atividade, os profissionais puderam conhecer um pouco mais sobre Prática Esportiva e o Desenvolvimento da Pessoa com Deficiência; as experiências de São José dos Campos nos Esportes Inclusivos e o Esporte como caminho para a Inclusão.

Participaram do encontro, o professor Ulisses de Araújo, coordenador do Centro de Treinamento de Educação Física Especial (Cetefe/Brasília); a professora Mirian Cavalcante, que atuou como Coordenadora de Pessoa com Deficiência do Centro Paralímpico Brasileiro (2013–2014) e Kelvin Bakos, coordenador PcD da Secretaria de Esportes e Lazer e do Instituto Athlon, de São José dos Campos.

Para a professora Mirian Cavalcante, discutir o esporte como forma de inclusão é pensar na cidade como um todo. “É promover o bem estar para as pessoas com deficiência e interferir diretamente em sua qualidade de vida, seja pelo esporte competitivo ou de lazer”, declarou.

Na opinião de Ulisses de Araújo, a inclusão é determinante para a integração da pessoa com deficiência. “O esporte é uma forma de evoluir essa ação na sociedade, e a cidade que age dessa maneira, prova que a deficiência não é uma limitação.”

São José dos Campos tem como modalidades esportivas inclusivas o atletismo, natação, bocha, judô, futebol de campo e de salão, entre outros, que poderão representar o Brasil nas próximas Paralimpíadas, no Rio em 2016.

“O objetivo deste encontro foi capacitar os profissionais e ampliar a participação das pessoas com deficiência no esporte, além de fomentar a prática de atividades esportivas também como lazer, sem a pretensão de competição, inclusive nos espaços públicos da cidade e nas Academias ao Ar Livre”, explicou a secretária de Promoção da Cidadania.

De acordo com dados do IBGE (senso 2010), São José dos Campos tem mais de 80 mil pessoas com deficiência, seja motora, visual, auditiva ou psicológica. Dessas, cerca de 200 já participam de atividades esportivas de alta performance não cidade.

O II Encontro de Tecnologias Assistivas e Estudos da Inclusão é uma iniciativa da Secretaria de Promoção da Cidadania – Diretoria de Pessoas com Deficiência. A primeira edição foi realizada em 2014 e teve como tema “Deficiência Auditiva”. Mais informações pelo telefone 3932-8635.

VEJA TAMBÉM