Encontro Nacional apresenta avanços sociais de São José

Por: Share:
As ações de Busca Ativa, iniciadas no ano passado nas regiões mais vulneráveis da cidade, já cadastraram mais de 1.500 famílias. (Foto: Beto Faria/PMSJC)
As ações de Busca Ativa, iniciadas no ano passado nas regiões mais vulneráveis da cidade, já cadastraram mais de 1.500 famílias. (Foto: Beto Faria/PMSJC)

Alguns dos principais avanços conquistados por São José dos Campos na área de assistência social serão apresentados durante o XVII Encontro Nacional do Congemas (Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social), que acontece de terça (28) até quinta-feira (30), em Fortaleza (CE).

O tema do encontro é “A Implementação do SUAS na Prática Cotidiana da Gestão Pública”. Este ano, comemora-se 10 anos de implantação do SUAS (Sistema Única da Assistência Social). O encontro terá apresentações de painéis, palestras e debates sobre o tema.

As experiências desenvolvidas no programa de Busca Ativa e junto aos idosos do município serão apresentadas nas plenárias do encontro, que reunirá gestores dos principais municípios do Brasil. A Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS) enviará quatro representantes ao encontro.

As ações de Busca Ativa, iniciadas no ano passado nas regiões mais vulneráveis da cidade, já cadastraram mais de 1.500 famílias no Cadastro Único do Governo federal, que é a porta de entrada para programas sociais.

No ano passado, a SDS realizou mais de dez ações volantes. Este ano, já foram realizados seis mutirões, com mais de 900 inscrições. Nas visitas, também são realizadas atividades de fortalecimento comunitário, com apresentações de atividades artísticas e culturais envolvendo talentos da própria comunidade. A próxima ocorrerá no dia 9 de maio, na Vila Araújo região leste.

No segmento idoso, a Prefeitura entregou no ano passado a quarta unidade da Casa do Idoso, em Santana, região norte da cidade. Em poucos meses, o novo espaço de convivência tornou-se referência, e já conta com 1.500 idosos inscritos.

Desde o ano passado, as casas tiveram o horário de funcionamento estendido e foram implantados novos cursos, oficinas e parcerias culturais.

VEJA TAMBÉM