São José dos Campos recebe a 45ª edição do Banana Bowl

Torneio juvenil vai reunir tenistas de 26 países nas quadras do Clube de Campo Santa Rita




Imagem: divulgação

Imagem: divulgação

Após seis anos, o Banana Bowl voltou para São José dos Campos e vai ser realizado neste sábado (7), com o início do qualifying, até o dia 15. Torneio juvenil entre os mais importantes do circuito mundial, o evento vai reunir tenistas de 26 países nas quadras de saibro do Clube de Campo Santa Rita, da Associação Esportiva.

A Secretaria de Turismo (Setur) de São José dos Campos irá fazer o receptivo dos atletas, divulgando mapas com os atrativos turísticos da cidade e de São Francisco Xavier. Além disso, solicitou ao SJC Convention & Visitors Bureau que intermediasse junto a rede hoteleira a disponibilidade de vagas para atletas e comitiva.

Nesta 45ª edição, atletas de quatro continentes vão competir nas categorias de 18, 16 e 14 anos, no masculino e feminino. Estão confirmados jogadores da Europa (Dinamarca, Finlândia, França, Irlanda, Itália, Portugal, Reino Unido, Romênia, Rússia e Sérvia), Ásia (Israel e Japão), Oceania (Austrália e Nova Zelândia) e das Américas do Sul (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai) e Norte (Canadá, Estados Unidos e México).

publicidade

Entre os principais nomes estrangeiros dos 18 anos estão o peruano Juan José Rosas, o argentino Franco Capalbo, o russo Bogdan Bobrov, o sérvio Miomir Kecmanovic, a norte-americana Usue Arconada, a australiana Seone Mendez, a argentina Julieta Lara Estable, a britânica Maia Lumsden, a colombiana Maria Fernanda González e a japonesa Chihiro Muramatsu.

O destaque brasileiro é o gaúcho Orlando Luz, atual campeão e número 2 do ranking mundial juvenil. Ainda na categoria 18 anos, estão garantidos na chave principal os paulistas Gabriel Decamps e Igor Marcondes, de São José dos Campos, e o paranaense Gabriel Sidney. Pelo lado feminino, destacam-se Luisa Stefani, 35 do ranking e terceira principal favorita, além de Letícia Vidal, Thaísa Pedretti e Sophia Chow.

Nas categorias 14 e 16 anos, o argentino Alejo Lavallen, o chileno Amador Yañez, a russa Anfisa Danilchenko, a paraguaia Susan Viñales, a peruana Dana Guzman, o argentino Felipe Acosta, a chilena Fernanda Mendoza e os brasileiros Mateus Alves, Lucas Cruz, João Ferreira, Gabriel Bugiga, Alexandra Silva, Nathalia Gasparin e Vitória Okuyama prometem brigar pelo título da competição.

Banana Bowl

Criado em 1968, o Banana Bowl teve a primeira edição oficial em 1970. Grandes nomes do tênis internacional disputaram o torneio, como os americanos John McEnroe e Andy Roddick, o tcheco Ivan Lendl, os franceses Yannick Noah e Jo-Wilfried Tsonga, a argentina Gabriela Sabatini, a sérvia Ana Ivanovic, a eslovaca Dominika Cibulkova e a canadense Eugenie Bouchard.

Entre os brasileiros que participaram da competição estão Gustavo Kuerten, Fernando Meligeni, Jaime Oncins, Flávio Saretta, Thomaz Bellucci, Andrea Vieira, Gisele Miró, Patrícia Medrado, Roberta Burzagli e Teliana Pereira.

O Banana Bowl é realizado pela Federação Paulista de Tênis, com patrocínio dos Correios e da Prefeitura de São José dos Campos, supervisão da IFT (Federação Internacional de Tênis), Cosat (Confederação Sul-Americana de Tênis) e CBT (Confederação Brasileira de Tênis) e apoio da Associação Esportiva e Tênis Clube.