Pinda será premiada devido ao trabalho realizado com a tuberculose

Por: Share:

Pindamonhangaba vai receber um prêmio devido ao trabalho que desenvolve na prevenção e tratamento da tuberculose. O Ministério da Saúde destaca que esta doença, também conhecida como TB, é infecciosa e transmissível. Afeta principalmente os pulmões e tem cura.

Para que o paciente diagnosticado com esta doença fique totalmente curado é preciso fazer o tratamento durante seis meses.

Em Pindamonhangaba, a Secretaria de Saúde e Assistência Social conta com profissionais que monitoram e supervisionam o tratamento. Quando os pacientes não vão ao setor para se tratar é realizada a ‘busca ativa’ deste munícipe, para que ele seja 100% curado. Por conta deste trabalho sério a cidade vai receber um prêmio da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo.

A secretária de Saúde e Assistência Social de Pindamonhangaba comenta que muitos pacientes acabam abandonando o tratamento antes dos seis meses e isto é muito prejudicial, porque o estado dele pode piorar. Isto não tem ocorrido em Pinda devido ao empenho dos profissionais que atuam na infectologia.

Esta doença é transmitida pelo ar quando o paciente tosse, fala ou espirra. Os principais sintomas são: tosse prolongada por mais de três semanas, com ou sem catarro, cansaço, emagrecimento, febre noturna e suor noturno. As pessoas que estiverem com algum destes sintomas devem procurar a unidade de saúde mais próxima de casa ou ir ao Setor de Infectologia, instalado no Centro de Especialidades Odontológicas, com o cartão SUS.

De acordo com o Ministério da Saúde anualmente são notificados cerca de 6 milhões de novos casos em todo o mundo e mais de um milhão de pessoas acaba falecendo. No Brasil, a cada ano, são notificados aproximadamente 70 mil novos casos e ocorrem 4,6 mil mortes em decorrência da doença. O país ocupa o 17º lugar entre os 22 países responsáveis por 80% do total de casos de tuberculose no mundo.