Em São José, Defesa Civil atende ocorrências causadas pela chuva




Após uma hora de chuva forte no final da tarde e início da noite desta sexta-feira (6), a Defesa Civil de São José dos Campos recebeu sete chamados emergenciais para atender ocorrências em pontos diversos da cidade. O caso mais grave foi registrado no Jardim Paulista, com a abertura de um buraco de cerca de dez metros na Rua Ceci, próximo ao viaduto de acesso ao Jardim da Granja.

Os técnicos da Defesa Civil fizeram a interdição do local e acionaram a Secretaria de Serviços Municipais para providenciar o reparo na galeria de águas pluviais. Foi necessário isolar a área como medida de segurança para motoristas e pedestres. Agentes de trânsito também foram para o local.

O volume de chuva mais alto foi anotado no pluviômetro do bairro Altos de Santana (norte), monitorado pelo Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais). Lá, o volume de chuva foi de 38 milímetros, índice considerado normal. A situação de alerta é adotado quando o volume de chuvas se torna superior a 100 mm no acumulado de três dias, caracterizando nível de atenção.

Na Rua Jordânia, na região central, um guarda civil municipal socorreu um casal de idosos que estava preso dentro do carro em meio às fortes chuvas. O motorista não conseguiu passar pela rua alagada e o veículo começou a boiar. Uma viatura da GCM que passava pelo local fez o resgate e acionou a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros.

As equipes da Defesa Civil estão na rua e continuam em alerta monitorando toda cidade, inclusive áreas de risco. Para casos de emergência, ligar no telefone 190.

Na Vila São Bento, (sul) houve alagamento de uma residência e um fio energizado caiu sobre via. Na região oeste, uma árvore caiu sobre um veículo no bairro Jardim das Indústrias. No Jardim Aquarius, uma placa metalizada ficou presa na rede elétrica. Na zona norte, uma casa, no Jardim Telespark teve retorno de esgoto.