Divulgada duplas que irão ao Campeonato Mundial de Vôlei de Praia

Por: Share:
Álvaro Filho foi eleito melhor jogador da última edição do Mundial. (Foto: Divulgação/FIVB)
Álvaro Filho foi eleito melhor jogador da última edição do Mundial. (Foto: Divulgação/FIVB)

A Federação Internacional de Voleibol (FIVB) divulgou nesta sexta-feira (20) a lista de classificados para o Campeonato Mundial, realizado de 26 de junho a 5 de julho, na Holanda.

publicidade

O Brasil será representado por quatro duplas em cada naipe: Alison/Bruno Schmidt (ES/DF), Ricardo/Emanuel (BA/PR), Pedro Solberg/Evandro (RJ) e Vitor Felipe/Álvaro Filho (PB) no torneio masculino, e Larissa/Talita (PA/AL), Ágatha/Bárbara Seixas (PR/RJ), Juliana/Maria Elisa (CE/PE) e Fernanda Berti/Taiana (RJ/CE) no torneio feminino.

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) indicou seis duplas em cada naipe e a lista final foi definida pelo ranking de entradas da FIVB, baseado na pontuação dos atletas no Circuito Mundial. Entre os representantes, apenas Fernanda Berti estreará em uma Copa do Mundo. A carioca de 29 anos migou da quadra para o vôlei de praia em 2012, fechou parceria com Taiana na temporada passada e terá a primeira oportunidade na competição. Justamente na Holanda, onde ganhou seu principal título até agora.

“Eu sei da importância desse campeonato e o quanto representa uma medalha para o Brasil. Eu não poderia estar mais feliz e motivada para jogar em busca dessa medalha. Taiana e eu temos uma lembrança maravilhosa da Holanda, acho que é mais um fator motivacional e positivo. Nós sabemos também da dificuldade, porque não só o Brasil, mas todos os países do mundo valorizam muito esse evento. Vamos com força total e esperamos fazer um excelente torneio”, destacou Fernanda Berti.

O Campeonato Mundial contará com 96 times, 48 em cada gênero, e pela primeira vez será disputado em quatro cidades simultaneamente. Amsterdam, Apeldoorn, Roterdã e Haia receberão as partidas. Além disso, um navio será usado como base para hospedar atletas e abrigar o centro de imprensa e de convivência. Os dois times campeões de cada naipe receberão um prêmio de 70 mil dólares, além de 500 pontos no ranking do Circuito Mundial.

Entre as duplas brasileiras selecionadas para esta edição, cinco já conquistaram o título em edições passadas dos Mundiais. Emanuel é o maior vencedor, tendo sido campeão ao lado de Loiola (1999), Ricardo (2003) e Alison (2011). Entre as mulheres, Juliana, que atualmente joga com Maria Elisa, e Larissa, que atua agora ao lado de Talita, foram campeãs em 2011.

Melhor jogador do último Campeonato Mundial, em 2013, na Polônia, Álvaro Filho também comentou a expectativa para o torneio na Holanda. O paraibano foi medalha de prata ao lado do ex-parceiro Ricardo e despertou a atenção da imprensa mundial com grandes defesas e uma regularidade expressiva. Agora tentará subir mais um degrau no pódio junto do também paraibano Vitor Felipe.

“Tenho uma memória muito boa, apesar de ter ficado com a medalha de prata. Consegui aprender, ganhar um pouco da experiência, e o apoio do Ricardo foi muito importante naquela edição. Foi incrível ter sido eleito melhor do campeonato, realmente algo marcante. O Mundial só perde um tamanho para uma Olimpíada. É um torneio ainda mais técnico, tem mais duplas que em Jogos Olímpicos. Fico feliz de estar mais uma vez disputando essa grande competição. É uma felicidade grande representar nosso país e estamos nos preparando muito”, destacou Álvaro Filho, campeão da etapa de João Pessoa do Circuito Brasileiro 14/15.

O Brasil é o maior vencedor em Campeonatos Mundiais com nove conquistas, cinco entre os homens e quatro entre as mulheres. Na última edição do torneio, os títulos ficaram com os holandeses Alexander Brouwer e Robert Meeuwsen, e com as chinesas Xue Chen e Zhang Xi. O Mundial da Holanda distribuirá uma premiação total de 1 milhão de dólares.