Novo Jetta chega ao Brasil com três versões e mais tecnologia

Por: Share:
Um dos sedãs mais vendidos no mundo, Jetta acumula mais de 14 milhões de unidades comercializadas na história. (Foto: divulgação)
Um dos sedãs mais vendidos no mundo, Jetta acumula mais de 14 milhões de unidades comercializadas na história. (Foto: divulgação)

O Novo Jetta chega ao mercado brasileiro redesenhado e com muitas novidades. O modelo 2015 de um dos sedãs mais vendidos no mundo (o Jetta acumula mais de 14 milhões de unidades comercializadas desde 1979) marca a estreia da versão Trendline no País, atendendo a uma demanda do mercado e aumentando a gama de configurações do sedã médio, que também conta com as versões Comfortline e Highline.

Entre as características que tornaram o Jetta um dos carros mais admirados e desejados, sempre se destacou seu comportamento dinâmico. Todas as versões do modelo 2015 utilizam sistema de suspensão traseira do tipo Multilink, com novas molas e amortecedores, que ganharam calibração específica.

publicidade

O Novo Jetta passa a ser oferecido exclusivamente com transmissão automática de seis marchas. As configurações Trendline e Comfortline são equipadas com o motor 2.0l Total Flex, de até 120 cv, associado à transmissão automática AQ250 Tiptronic (segunda geração) de seis marchas – a mesma que equipa o utilitário esportivo Tiguan.

A versão Highline traz o motor 2.0l TSI, de 211 cv, e a transmissão DSG (DQ250) de seis marchas e dupla embreagem.

Outras novidades são os portfólios diferenciados de rodas de liga leve para cada versão e de cores da carroceria, com destaque para a nova tonalidade metálica “Azul Silk”.

Design aperfeiçoado
Os designers criaram um novo visual para a dianteira e para a traseira do Novo Jetta (opcionalmente com faróis bixenônio, luz diurna de LED e lanternas traseiras em LEDs para a versão Highline). No interior, o novo modelo traz uma aparência ainda mais sofisticada e confortável, com novo volante e detalhes inéditos de decoração. Por tudo isso, este é o melhor Jetta de todos os tempos.

Dianteira mais refinada. A Volkswagen reestilizou a dianteira e a traseira do Novo Jetta. A novidade pode ser identificada imediatamente pela nova dianteira, com a grade do radiador redesenhada, atravessada por três filetes, faróis opcionais bixenônio direcionais e com iluminação de curvas, indicadores direcionais e luzes de condução diurna de LEDs, além de um novo para-choque.

Os faróis bixenônio, oferecidos na versão Highline, têm design especialmente diferenciado. As luzes de condução diurna são formadas por 15 LEDs, ao lado e abaixo do módulo de xenônio. Elas criam uma assinatura luminosa inconfundível de dia ou à noite. Um elemento cromado entre as luzes de condução diurna de LEDs e o módulo de xenônio destaca ainda mais o design dos faróis.

A nova faixa visual formada pela grade do radiador e os faróis, assim como a entrada de ar aumentada, dão ao Novo Jetta uma aparência mais imponente e exclusiva.

Traseira esportiva. Assim como a dianteira, a parte de trás do carro também foi modificada pelos designers. Desse ângulo, a tampa do porta-malas, os logos e o para-choque identificam o Novo Jetta. Uma característica típica do DNA de design da Volkswagen é a orientação inconfundível das linhas traseiras. A tampa do porta-malas agora passa a contar com uma borda aerodinâmica.

Nas laterais, as linhas da tampa traseira se estendem para os para-lamas traseiros e no contorno bem definido da silhueta do carro, junto à chamada linha de caráter. Sob ela ficam as novas lanternas traseiras em LEDs na versão Highline, formando uma faixa brilhante, juntamente com o logotipo Volkswagen.

Em posição inferior, as linhas laterais da tampa do porta-malas (com largura de acesso otimizada) agora correm para baixo, dominando o design. Na parte de baixo, o novo para-choque e a ponteira dupla de escapamento complementam o visual imponente da traseira do Novo Jetta 2015.

Melhoria contínua. Algumas mudanças podem ser percebidas à primeira vista. As entradas de ar e as molduras nas laterais das colunas “A” foram aperfeiçoadas. Um olhar mais de perto revela mudanças nos painéis inferiores da carroceria junto ao eixo traseiro.
O carro mede agora 4,65 m de comprimento, com 1,77 m de largura (sem espelhos) e 1,47 m de altura, o que garante amplo espaço interno, em especial para os passageiros do banco de trás. Essas dimensões, juntamente com a bitola de 1,53 m na dianteira e 1,53 m na traseira, também contribuem para maior conforto de rodagem e estabilidade.

Em todas as versões do Novo Jetta, o banco traseiro é rebatível e dividido na proporção 40/60, aumentando a versatilidade do interior. Seu porta-malas tem capacidade para 510 litros de bagagem, um dos melhores da categoria.

Interior aprimorado
Novos instrumentos circulares. Um entre os muitos pontos fortes do Novo Jetta é seu interior, que eleva o carro à categoria imediatamente superior com seu amplo espaço, visual sofisticado e ergonomia excepcional com controles intuitivos. Tudo isso foi aperfeiçoado no Novo Jetta.

A atualização do Novo Jetta é evidenciada pelo novo conjunto de instrumentos, com aparência circular, um mostrador central colorido multifuncional (versão Highline), uma nova geração de volante, novos detalhes no console central, acabamento em preto brilhante ao redor da alavanca do câmbio, novos frisos cromados ao redor dos controles do sistema Climatronic, novos controles das saídas de ar e iluminação ambiente (maçanetas e assoalho dianteiro).

O interior do Novo Jetta oferece a mais minuciosa perfeição e operação intuitiva. O layout dos instrumentos é extremamente funcional e harmonioso. Logo acima da alavanca de câmbio ficam os controles do console central para o sistema de climatização, rádio e navegação. Nessa região, o console é ligeiramente voltado para o motorista para criar um cockpit que atenda de forma ideal às necessidades do condutor.

O Novo Jetta traz em todas as suas versões o sistema ISOFIX de fixação de cadeirinhas de criança. O sedã está disponível em seis opções de cores: duas sólidas (Branco Puro e Preto Ninja), uma perolizada (Preto Mystic) e três metálicas (Prata Sargas, Cinza Platinum e Azul Silk).

Highline – Esportividade superior
Topo de linha para o Novo Jetta, a versão Highline traz recursos como direção com assistência elétrica, rádio RCD510 com tela sensível ao toque (touchscreen) de 6,5 polegadas, 8 alto-falantes, entradas auxiliar e USB e conexão Bluetooth, retrovisor interno eletrocrômico, rodas exclusivas “Lancaster” de 17 polegadas, entre outros.

O Novo Jetta Highline também é equipado com seis airbags – dois dianteiros, dois laterais para os ocupantes da frente e dois do tipo cortina, que protegem a área das janelas laterais de todo o veículo –, bloqueio do diferencial (EDS) e controle de estabilidade (ESC).

O sistema de controle eletrônico de estabilidade (ESC) reconhece um estágio inicial de que uma situação de rodagem crítica está para acontecer. Compara os comandos do motorista com as reações do veículo a esse comando. Se necessário, o sistema reduz o torque do motor e freia uma ou várias rodas até atingir a condição de estabilidade.

O Novo Jetta Highline traz de série o BAS (Brake Assist System ou Sistema de assistência à frenagem), uma função adicional do sistema ESC. O módulo do ABS e do ESC reconhece, por meio da velocidade e força de acionamento do pedal de freio, que se trata de uma condição de frenagem de emergência. Nesse momento, o sistema aumenta a pressão no circuito hidráulico e a força de atuação das pinças de freio, buscando a condição ideal de funcionamento do ABS para reduzir o espaço de frenagem.

Outro diferencial do sedã Volkswagen em seu segmento é o HHC (Hill Hold Control) ou controle de assistência de partida em rampa. Em aclives acima de 5%, o sistema mantém o veículo freado por até 2 segundos, após o motorista aliviar o pedal do freio. Os freios são liberados progressivamente durante a aceleração, permitindo a partida do veículo com mais conforto e tranquilidade em rampas.

O Novo Jetta Highline é equipado com a nova geração do motor 2.0l TSI, da família EA888. O motor utiliza sistema de injeção direta de combustível, turbocompressor e quatro válvulas por cilindro, com comando de válvulas variável (admissão), gerando uma curva de torque plana a partir de baixas rotações. Ele é uma referência do conceito de downsizing: alto desempenho com baixo consumo de combustível.

Soma-se a isso o fato de o motor 2.0l TSI estar associado à transmissão automática DSG com dupla embreagem e seis velocidades, que executa trocas de marchas com muita rapidez e suavidade, sem interrupção de torque. A transmissão também pode ser acionada manualmente por meio da alavanca posicionada no console ou pelas aletas (shift paddles) posicionadas junto ao volante.

Como opcionais, o modelo oferece, além do teto solar panorâmico, dois pacotes de equipamentos: Exclusive e Premium. O primeiro acrescenta ao sedã Volkswagen bancos de couro (com sistema de aquecimento para os dianteiros em duas opções de cores: preto ou bege) e sensores de chuva e de luminosidade.

Já o módulo Premium traz todos os itens do “Exclusive”, além de sistema de infotainment RNS315 com navegação integrada, sistema Kessy (que permite abertura das portas por aproximação da chave e partida do motor por meio de um botão), faróis bixenônio com luzes diurnas de LED e ajuste elétrico do assento do motorista.

Trendline – Novidade com excelente custo-benefício
A versão Trendline estreia para o Novo Jetta, trazendo excelente relação custo-benefício. Sua extensa lista de itens de série inclui bancos revestidos em tecido preto, direção com assistência hidráulica, ar-condicionado Climatic, rodas de liga leve “Sedona” de 16 polegadas com pneus 205/55 R16, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro e alarme com comando remoto “keyless”.

Complementam a lista de itens de sério do Novo Jetta Trendline o apoia braço com tomada de 12V adicional e saída de ar-condicionado para o banco traseiro, porta-luvas refrigerado, sistema de som RCD320G (CD Player, entrada USB e conexão Bluetooth), iluminação da placa de licença em LED, volante com ajustes de altura e distância, freios ABS com EBD (distribuição das forças de frenagem), controle de tração (ASR) e quatro airbags: dois frontais e dois laterais.

Comfortline – Requinte e sofisticação
A versão intermediária traz todos os equipamentos da versão Trendline e acrescenta o novo volante global da marca revestido de couro com hastes para troca de marcha (shift paddles) e comandos do computador de bordo e dos sistemas de som e de telefonia, acabamento interno em native (oferecido nas tonalidades preta e bege), rodas de liga-leve de 16” estilo “Atlanta” e controle automático de velocidade de cruzeiro (cruise control). Também é de série o sistema de som RCD 510 com tela colorida de 6,5 polegadas sensível ao toque (touchscreen) e seis alto-falantes.

A versão Comfortline oferece como opcional o teto solar panorâmico e o pacote Exclusive, que conta com sistema de infotainment RNS315 com navegação integrada, sistema Coming & Leaving Home, sensor de chuva, rodas “Queensland” de 17 polegadas e pneus 225/45, sistema Kessy (que permite abertura das portas por aproximação da chave e partida do motor por meio de um botão), ar-condicionado digital Climatronic, entre outros.

O ar-condicionado Climatronic possui duas zonas de climatização (para motorista e passageiro) e saída para o banco traseiro, conta com layout semelhante ao do Passat – a temperatura é exibida em mostrador digital.

Segurança máxima
Um dos veículos mais seguros à venda no Brasil, o Volkswagen Jetta foi reconhecido com cinco estrelas pelo Latin NCAP, uma organização de defesa do consumidor da América Latina. Todo o pacote de segurança do Jetta foi submetido aos avaliadores do Latin NCAP para testes extensivos. A sexta geração do sedã obteve os melhores resultados na proteção aos ocupantes adultos, considerando ensaios de impactos frontal e lateral. As crianças também estarão seguras no Jetta: testes com bonecos (dummies), que simulam crianças com idades entre 18 meses e três anos, confirmam a excelente proteção oferecida pelo modelo Jetta.

Em 2011, o Euro NCAP e o Australian NCAP certificaram o Jetta com a nota máxima em segurança. Além disso, o sedã também foi nomeado como “Top Safety Pick” pela organização americana IIHS (Insurance Institute for Highway Safety). O objetivo dessas organizações independentes internacionais é verificar a segurança dos veículos em caso de acidente, a proteção aos ocupantes e, em alguns casos, a proteção aos pedestres.

Carro global, produção nacional
A Volkswagen do Brasil anunciou em 2014 a produção nacional do Novo Jetta, na fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP). A produção nacional do modelo vai complementar a importação atual do México, atendendo à alta demanda do modelo no Brasil. O montante investido para as adequações na linha faz parte dos R$ 10 bilhões que a empresa vai investir no País até 2018.

Depois do up! na fábrica de Taubaté (SP), do anúncio da produção nacional do Novo Golf na fábrica de São José dos Pinhais (PR) e do lançamento da família global de motores EA211, o Novo Jetta será o terceiro modelo mundial a ser produzido no Brasil e demonstra o crescimento sustentável e qualitativo da empresa e sua linha de produtos no Brasil.

A fábrica Anchieta está recebendo nova infraestrutura para a produção do modelo que será iniciada já no primeiro semestre de 2015.

A fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo, foi inaugurada em 18 de novembro de 1959. Foi a primeira da marca fora da Alemanha e já produziu mais de 13 milhões de veículos desde sua inauguração.

VEJA TAMBÉM