Investimento no COI aumenta segurança da população em São José

Por: Share:
Entre as melhorias, está a substituição de câmeras por modelos digitais, algumas idênticas às usadas na segurança do Vaticano. (Foto: Antonio Basilio/PMSJC)
Entre as melhorias, está a substituição de câmeras por modelos digitais, algumas idênticas às usadas na segurança do Vaticano. (Foto: Antonio Basilio/PMSJC)

O investimento da Prefeitura de São José dos Campos em equipamentos de segurança mais modernos resultou no aumento de 15,5% no número de ocorrências visualizadas pelo Centro de Operações Integradas (COI), que contribui para a proteção de pessoas e prédios públicos em tempo real. Foram 1.542 ocorrências observadas em 2014, contra 1.335 registros no ano anterior.

Entre as melhorias introduzidas pela Prefeitura, está a substituição integral de câmeras analógicas por modelos digitais, algumas idênticas às usadas na segurança eletrônica do Vaticano, e a substituição de equipamentos antigos com perda total por modelos atuais. Além disso, em 2013, a Prefeitura fez a integração de 240 câmeras, instaladas em postos públicos, que não eram interligadas ao COI.

“Nos últimos dois anos demos um salto em qualidade, pois passamos a trabalhar com equipamentos digitais de alta tecnologia, o que permitiu maior precisão no monitoramento das imagens”, disse o coordenador do Centro de Operações Integradas, Elvis de Jesus, inspetor regional da Guarda Civil Municipal de São José dos Campos.

O SAMU 192 (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que começou a funcionar na cidade em outubro do ano passado, também está conectado ao COI. Isso permite que as equipes médicas visualizem o local de um acidente que esteja ao alcance de uma das 491 câmeras do COI, antes e durante o atendimento.

Outro benefício oferecido à população é o uso de imagens registradas pelo COI mediante apresentação de boletim de ocorrência. Esse apoio permite identificar pessoas e situações, além de constituir prova. Em 2014 foram atendidos 1.005 pedidos de visualização feitos por munícipes, sendo a maior parte relacionada a acidentes de trânsito (400), furtos (237), roubos (120) e atropelamentos (20).

“Atendemos também as solicitações da polícia para averiguação de imagens que possam auxiliar na investigação de homicídios, sequestros, entre outros crimes, e são incluídas em inquéritos”, explicou o inspetor Elvis. Ele destaca o trabalho conjunto realizado no COI, que integra no mesmo espaço operadores da Guarda Civil Municipal, da Polícia Militar, entre outros órgãos de segurança da cidade.

O COI faz a triagem e o encaminhamento de cerca de 50 mil ocorrências por ano, registradas pelo monitoramento e telefones de emergência. Essas ocorrências variam desde simples averiguação de pessoa desprotegida, incêndio, acidentes, infrações administrativas até crimes contra a vida e o patrimônio.

Reforma

Em 2014, o COI passou por reformas administrativas para melhor atender funcionários e visitantes. Foi feito o reparo completo do refeitório, dos vestiários, da copa, das dependências administrativas e de recepção ao público. As cabines de atendimento telefônico e a sala de videomonitoramento foram pintadas, a iluminação substituída e o piso renovado. A reforma f