Equipe joseense prepara robô para competição nos Estados Unidos




A equipe do Cephatron # 1860, composta por 60 integrantes, iniciou a montagem do robô em 3 janeiro, quando as regras da competição foram divulgadas. (Foto: Divulgação/PMSJC)

A equipe do Cephatron # 1860, composta por 60 integrantes, iniciou a montagem do robô em 3 janeiro, quando as regras da competição foram divulgadas. (Foto: Divulgação/PMSJC)

Os alunos do Cephas (Centro de Educação Profissional Hélio Augusto de Souza) que integram a equipe Cephatron # 1860 já estão trabalhando na montagem do robô que participará do First Robotics Competition (FRC) 2015. O campeonato será entre os dias 12 e 15 de março, em Nova York, nos Estados Unidos. A competição de robótica envolve escolas de ensino médio e técnico do mundo inteiro.

publicidade

A equipe do Cephatron # 1860, composta por 60 integrantes, iniciou a montagem do robô em 3 janeiro, quando as regras da competição foram divulgadas. Eles têm até 17 de fevereiro para terminar esta etapa e enviar o robô para os Estados Unidos.

Neste ano, o tema escolhido para o jogo é a reciclagem. O game se chama RecicleRush, tem o objetivo de processar o lixo e deve ser realizado em 3 minutos.

O foco da competição é o trabalho em equipe. O First também conta com uma premiação social, que considera as ações que o time realiza em prol da sociedade, bem como na disseminação da tecnologia desenvolvida, por meio de palestras em escolas e participação em feiras e semanas de engenharias na região.

O robô, que terá 2 metros de altura, já está com o chassi, tração e transmissão concluídas. Na próxima semana, a equipe entra na finalização da montagem, que compreende na instalação do dispositivo de elevação da máquina.

Mesmo nas férias, os alunos dos cursos de eletrônica, mecânica e administração se dedicam intensamente à montagem do robô, para cumprir a tarefa em tempo hábil.

Para o orientador da equipe de robótica do Cephas, Carlos Roberto dos Santos, a competição é de extrema importância para os jovens. “O maior prêmio não é o robô, e sim o ganho de conhecimento e a possibilidade de semear a ciência e a tecnologia, de conscientizar a sociedade e promover a troca de experiências entre os estudantes”, afirma o professor.

A equipe vem conquistando vários prêmios. Em 2013, o Cephatron #1860 conquistou o Entrepreneurship Award sponsored by Kleiner Perkins Caufield and Byers, uma categoria da competição internacional que avaliou o plano de negócios desenvolvido pelo time, com foco na visão empreendedora.

Na classificação geral, a equipe ficou em terceiro lugar na competição e, em 2014, voltou para Dallas conquistando o prêmio Judges Award, ficando novamente entre as melhores da regional, em terceiro lugar. A equipe recebe patrocínio da Fundhas e da Johnson&Johnson.

O Cephas é uma escola técnica da Fundhas, mantida pela Prefeitura de São José dos Campos, que incentiva a inclusão social por meio da educação profissional, oferecendo cursos técnicos gratuitos.