Carnaval

Dieta equilibrada e exercícios físicos preparam o folião para o carnaval




PortalR3Dieta equilibrada e a prática regular de atividades físicas são fatores que predispõem o folião para o carnaval que se aproxima. A doutora Andrea Dario Frias, doutora em nutrição, adverte que nem sempre é assim. “As pessoas estão saindo do período de férias e de final de ano, em que deram uma ‘paradinha’ na academia e uma descuidada na alimentação. E, aí, vem o carnaval na sequência”.

Faltando uma semana para as festas de Momo, ainda dá para ficar com o corpo em dia para curtir a folia, “chegar com mais disposição, energia e, até, com uns quilinhos a menos, se você se cuidar”,  indicou Andrea. A primeira dica é fracionar a alimentação, isto é, consumir alimentos de três em três horas ou, no máximo, a cada quatro horas. “Isso vai garantir uma saciedade para a refeição seguinte e você vai comer menos quantidade de alimento”. Isso também vai fazer com que o metabolismo da pessoa trabalhe de forma adequada.

Andrea reforçou que a alimentação no período pré-carnaval deve ser equilibrada, porque o objetivo é “dar uma desintoxicada” de tudo que foi ingerido de errado no final do ano e nas férias, e “ter mais pique”. A alimentação deve ser baseada em carnes magras, preferencialmente frango sem pele e peixe, e alimentos cozidos a vapor e grelhados, evitando o consumo de frituras ou o uso de muita gordura no preparo. Frutas e legumes podem ser comidos em abundância, na forma de saladas e sucos, além de cereais integrais. Se a pessoa não é intolerante à lactose, pode utilizar laticínios com moderação, em especial os desnatados.

A doutora alertou, porém, que não existe milagre. Ninguém vai chegar com pique ao carnaval se não tiver condicionamento físico. Por isso, disse ser importante intensificar a atividade física. “A gente pede que se você já é adepto da atividade física, intensifique um pouco mais para se preparar melhor, e, se não é adepto, passe a fazer com frequência, no mínimo  três a quatro vezes por semana, caminhada ao ar livre, esteira, bicicleta, natação [por exemplo], para que possa, nesse período, promover um equilíbrio do metabolismo, melhorar a queima de calorias, caso precise enxugar medidas, e chegar ao carnaval mais em forma”.

Para aqueles que não têm tempo de fazer uma alimentação adequada, Andrea lembrou que existem no mercado alimentos que podem atuar como apoio à refeição, principalmente à noite, como os shakes. Mas é preciso ter cuidado e não usar esse tipo de alimento por tempo prolongado. “Sempre um  shake bem balanceado, nutritivo e que seja aprovado por empresas de confiança, que a gente sabe que fazem dentro das regras que o Ministério da Saúde estabelece”.

A pessoa deve tomar muito líquido para hidratar o corpo. Sucos desintoxicantes, feitos com frutas, vegetais e gengibre, chá verde, água-de-coco são opções para limpar o organismo  de impurezas e têm efeito termogênico, ou seja, aceleram a queima de calorias, receitou. “Nesse período, a gente acredita que dessa forma, a pessoa vai se preparar e chegar até o momento de curtir bem o carnaval”.

Quando o carnaval começar de fato, a recomendação da doutora em nutrição é mudar o cardápio, aumentando a hidratação para  repor os líquidos perdidos. O uso de água, sucos naturais e água-de-coco deve ser intensificado. É preciso cuidado também em relação às bebidas alcoólicas, que não devem ser ingeridas de estômago vazio. “O álcool desidrata o corpo. Você pode tomar, mas sempre alternando com muita água”. Ela destacou que o álcool em demasia pode sobrecarregar o fígado com excesso de toxinas.

As pessoas não devem abusar de alimentos muito gordurosos durante o carnaval e tomar cuidado com refeições preparadas na rua, para evitar intoxicações. Para ter mais energia, os foliões devem preferir os carboidratos, como massas com molho vermelho, lanches leves com pães integrais, batata e tapioca. “Consumir hortaliças e frutas, sob a forma de sucos, e não ficar em jejum. Fazer uma boa refeição à hora em que acordar no dia seguinte e, depois, a cada três ou quatro horas, comer alguma coisa para se manter nutrido”.