CCR NovaDutra completa 19 anos de administração da via Dutra

Por: Share:
Pioneira e inovadora, Concessionária atinge os melhores índices da história de uma das mais importantes rodovias do país. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)
Pioneira e inovadora, Concessionária atinge os melhores índices da história de uma das mais importantes rodovias do país. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)

No dia 1º de março, a CCR NovaDutra completa 19 anos de administração da via Dutra. A Concessionária comemora a data com os melhores indicadores desde que assumiu a operação da rodovia. Em 2014, a CCR NovaDutra atingiu o menor índice de vítimas fatais da história da concessão, registrando uma queda de 73% considerando o aumento do volume de tráfego, que foi de 96%.

publicidade

Quando assumiu a administração da via Dutra, em 1996, a CCR NovaDutra deparou-se com uma rodovia em estado precário, com pontos de travessia em nível, inexistência de muros de separação de pistas, sinalização deteriorada e pistas esburacadas. Dezenove anos depois, a via Dutra se transformou em uma rodovia segura, oferecendo assistência médica e mecânica 24 horas.

A Concessionária investiu mais de 13 bilhões em recursos, incluindo a realização de obras, aquisição de equipamentos, operação da rodovia e pagamento de impostos. Os recursos foram e continuam sendo aplicados em melhorias operacionais, modernização e conservação da via Dutra. Os investimentos englobam 56 quilômetros de pistas marginais, 356 quilômetros de muros de concreto, 33 novas pontes e viadutos, recuperação de 107 pontes, 66 viadutos e 25 passarelas e mais de 17 milhões de m² de pavimento, o equivalente a 132.750 caminhões basculantes.

Cerca de 1.400 colaboradores trabalham para atender os usuários que trafegam pela rodovia nas 890 mil viagens realizadas diariamente. Somente no SOS usuário da Concessionária, mais de 500 profissionais entre médicos, enfermeiros, agentes de Atendimento pré-hospitalar e agentes de atendimento, atuam no socorro médico e mecânico da via Dutra, 24 horas por dia, em 11 bases distribuídas ao longo da rodovia.

Os números desses 19 anos de prestação de serviço na rodovia Presidente Dutra impressionam. O Disque CCR NovaDutra, serviço de atendimento telefônico gratuito, registra mais de 45 mil ligações de usuários por mês, o equivalente a uma ligação a cada minuto. Os atendimentos também são realizados por meio do número 0800-0173536.

Já o SOS Usuário da CCR NovaDutra, serviço de atendimento aos usuários da rodovia, registrou uma média de 177 ocorrências de guinchamentos ao dia, o equivalente a sete carros/caminhões a cada hora. Os números demonstram a preocupação da concessionária em oferecer uma viagem de qualidade e segura aos motoristas e passageiros que utilizam a rodovia a trabalho ou a passeio.

Todo este aparato é comandado a partir do Centro de Controle Operacional, instalado em Santa Isabel, na Grande São Paulo, que monitora toda a extensão da rodovia com o total de 45 câmeras de TV (circuito fechado), 34 painéis de mensagens variáveis e 804 telefones de emergência instalados a cada quilômetro, nos dois sentidos da rodovia.

PIONEIRISMO – A CCR NovaDutra é responsável pelo lançamento do primeiro serviço em FM sincronizado via satélite dedicado a uma única rodovia: a CCRFM 107.5 NovaDutra. Com transmissão ao longo dos 402 quilômetros da via Dutra, o canal leva informação em tempo real sobre as condições de tráfego da rodovia, dicas diárias de direção segura e informações que contribuem para a conscientização dos motoristas.

Inaugurada em 3 de setembro 2013, a CCRFM 107.5 NovaDutra emite sinal para 40 antenas de transmissão distribuídas na rodovia e, segundo Pesquisa Datafolha, já foi ouvida por 76% dos caminhoneiros e 53% dos motoristas de automóveis. Destes, 88% aprovaram a programação.

A CCR NovaDutra também busca tornar a via Dutra referência no desenvolvimento sustentável das rodovias brasileiras, por meio do Programa Estrada Sustentável. Lançado em 2012 durante a Rio+20, Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, o programa tem o desafio de reunir os diversos públicos que interagem com a rodovia, para que todos possam, juntos, dialogar e promover ações de desenvolvimento sustentável nas cidades às margens da via Dutra, assim como na rodovia, principal eixo que liga as duas maiores economias do Brasil: Rio de Janeiro e São Paulo.

RESPONSABILIDADE SOCIAL E AMBIENTAL – Ao longo dos anos, a CCR NovaDutra tem investido no desenvolvimento dos municípios lindeiros à rodovia por meio de ações de responsabilidade social que beneficiam usuários e comunidades. Atualmente, a Concessionária apoia instituições por meio de leis de incentivo, em projetos culturais, esportivos, ambientais, educativos e de saúde.

Destaque para os projetos de investimentos próprios, como o programa Estrada para a Cidadania, o programa Estrada para a Saúde e o Trailer Odontológico, que visam ao desenvolvimento educacional e à qualidade de vida dos motoristas.

O Estrada para a Cidadania leva informações sobre educação de trânsito e meio ambiente para alunos da 4ª e 5ª série das redes públicas municipais de ensino. Os educadores são capacitados por meio de encontros pedagógicos e tanto os professores, quanto os alunos, recebem material didático exclusivo para trabalhar em sala de aula. Este ano, o projeto vai beneficiar 128 mil alunos.

Uma equipe formada por médicos, enfermeiros e estudantes da área de Saúde oferece exames clínicos gratuitos aos caminhoneiros, além de orientações para melhorar o dia a dia do profissional do volante, dentro do programa Estrada para a Saúde. Desde 2001, o programa realizou mais de 36 mil atendimentos, como aferição de pressão arterial, avaliação de risco cardíaco, testes de glicemia, visão e colesterol, vacinação e atendimento médico.

O motorista profissional também tem como cuidar da saúde dentária por meio do Trailer Odontológico. Instalada em Roseira (SP), a unidade móvel da CCR NovaDutra oferece tratamento dentário gratuito para caminhoneiros, que inclui atendimento de urgência e procedimentos preventivos. O objetivo é ampliar o acesso dos motoristas de caminhão aos tratamentos e, por consequência, melhorar a qualidade de vida desses profissionais.

VEJA TAMBÉM