São José entra para o circuito dos grupos de Harley-Davidson

Por: Share:
Com saída pela manhã de São Paulo, o grupo chegou pela Rodovia Carvalho Pinto e, da Tamoios seguiu pelas avenidas Jorge Zarur, São João e Cassiano Ricardo. (Foto: Tlião Martins/PMSJC)
Com saída pela manhã de São Paulo, o grupo chegou pela Rodovia Carvalho Pinto e, da Tamoios seguiu pelas avenidas Jorge Zarur, São João e Cassiano Ricardo. (Foto: Tlião Martins/PMSJC)

Com o apoio de agentes de trânsito e receptivo da Secretaria de Turismo, São José dos Campos recebeu no sábado (17) cerca de 200 motociclistas de diferentes cidades do Estado, como Grande São Paulo, Campinas, Jundiaí, região do ABC e Osasco. O grupo reúne proprietários de motos Harley-Davidson.

O organizador do bate e volta e diretor do grupo, Roberto Grobba, disse que a escolha de São José como o destino do primeiro passeio de 2015 não foi difícil. “São José é uma cidade lindíssima e estávamos devendo esta visita. Temos muitos harleys aqui que participam dos passeios em São Paulo. E foi muito bom porque fomos muito bem recebidos e ainda tivemos apoio e segurança na chegada com o pessoal do trânsito”, disse.

Com saída pela manhã de São Paulo, o grupo chegou pela Rodovia Carvalho Pinto e, da Tamoios seguiu pelas avenidas Jorge Zarur, São João e Cassiano Ricardo. O almoço foi na região do Jardim Aquarius, zona oeste da cidade. O circuito rápido, de menos de um dia, é conhecido como “bate e volta” e é realizado em diferentes cidades do estado.

Seis agentes de trânsito em motos atuaram durante o percurso para organizar o fluxo e orientar o tráfego de veículos para não prejudicar o trânsito da cidade e ao mesmo tempo oferecer segurança ao grupo.

O presidente do grupo de proprietários de Harley-Davidson de São José dos Campos, Adriano Pinder dos Santos, disse que os encontros dos motociclistas se tornaram um estilo de vida. “É uma identidade que preza pela união, a amizade, voltado também para a família, mostrando os benefícios de estar junto para o lazer e nem tanto pela velocidade. É muito bom que São José possa estar mais integrada e conhecer mais desse estilo”, disse.

Rafael Viana Toledo, 33, está há seis meses no grupo, mas já consegue resumir bem o espírito dos passeios. “Não importa muito o tempo, mas a emoção de pegar a estrada com o grupo todo junto. E a cada oportunidade, conhecer um local”, disse. A mulher de Rafael, Lorena Pimentel Suheth, 31, completa: “É um ambiente muito gostoso. A cada passeio todo mundo se conhece mais e cria um vínculo”.

VEJA TAMBÉM