Prefeitura de São José lança E-Passe e informatiza sistema de passe escolar

Por: Share:
Todos os estudantes de São José dos Campos interessados no passe escolar deverão se cadastrar por meio da internet, no portal E-Passe. Antônio Basílio/PMSJC)
Todos os estudantes de São José dos Campos interessados no passe escolar deverão se cadastrar por meio da internet, no portal E-Passe. Antônio Basílio/PMSJC)

A partir de deste ano, todos os estudantes de São José dos Campos interessados no passe escolar deverão se cadastrar por meio da internet, no portal E-passe. O novo sistema disponibilizado pela Prefeitura visa acabar com as filas e com a burocracia e oferece uma alternativa rápida e segura para os usuários. A medida atende estudantes das redes pública e privada.

publicidade

O aluno interessado em garantir o desconto nos passes de ônibus deverá preencher um cadastro na internet pelo site do E-Passe, informando dados pessoais e anexando a cópia de um comprovante de endereço, por foto ou digitalização. Depois, ele receberá uma mensagem de confirmação e deverá aguardar que a escola valide os dados.

As escolas terão acesso paralelo ao sistema e deverão aprovar as informações de cada estudante, o que pode ser feito pela internet, rapidamente. Com a aprovação, o aluno estará liberado para a compra de passes no Consórcio 123. Até o final de fevereiro, a compra também poderá ser feita por boleto bancário, emitido no próprio site.

Fim das filas
A criação de um sistema informatizado vai agilizar a emissão de passe escolar para cerca de 26 mil estudantes da cidade e 140 instituições de ensino. Até 2013, era necessário enfrentar, além da burocracia, filas que chegavam a durar horas. Desde então, a Prefeitura vem realizando melhorias no sistema, garantindo um atendimento melhor e mais ágil.

O E-Passe é rápido, fácil e seguro, e passa a ser a ferramenta exclusiva de acesso à tarifa diferenciada. Durante o período de testes do projeto as escolas públicas receberam um treinamento específico, e algumas, de maior demanda, foram visitadas por técnicos para reforçar a aplicação do novo método. A criação do sistema foi uma exigência da Secretaria de Transportes e não teve custo adicional para o município.

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *