FCCR abre inscrições para premiar mestres e grupos de cultura popular

Por: Share:
Como no edital passado, serão premiados dez mestres e dez grupos de Cultura Popular selecionados por um júri organizado pela FCCR. (Foto: Divulgação/PMSJC)
Como no edital passado, serão premiados dez mestres e dez grupos de Cultura Popular selecionados por um júri organizado pela FCCR. (Foto: Divulgação/PMSJC)

A Fundação Cultural Cassiano Ricardo está com inscrições abertas, até 20 de janeiro, para o prêmio Mestre Cultura Viva. Serão premiados dez Mestres da Cultura Viva e dez grupos de Cultura Popular selecionados por um júri organizado pela FCCR.

publicidade

As fichas de inscrição devem ser entregues na sede da Fundação (Avenida Olivo Gomes 100 – Parque da Cidade) em Santana, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

O edital “Prêmio Mestre Cultura Viva” estabelece a premiação como título mais o valor de R$ 5 mil para dez mestres dos fazeres e saberes da cultura popular de São José dos Campos. O “Prêmio Grupos de Culturas Populares e Tradicionais” será no valor de R$ 10 mil por grupo. Ao todo serão R$ 150 mil em prêmios.

O objetivo dessas premiações é reconhecer a atuação de mestres e grupos de tradição oral da Cultura Popular de São José dos Campos que contribuíram e ainda colaboram para o fortalecimento da identidade cultural regional e nacional.

Os prêmios fazem parte das estratégias de ações previstas no Plano Nacional de Cultura, que propõe a criação de políticas de transmissão dos saberes e fazeres das culturas populares e tradicionais, por meio de mecanismos de reconhecimento formal dos mestres populares.

As premiações têm fundamento nos artigos 215 e 216 da Constituição Federal, que confere ao Estado a responsabilidade de garantir a todos o pleno exercício dos direitos culturais e acesso às fontes de cultura nacional, bem como apoiar e incentivar a valorização e a difusão dessas manifestações. Também atende às recomendações da UNESCO sobre salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial decidido na Conferência Geral em Paris.

VEJA TAMBÉM