Ford apresenta novo Mustang Shelby GT350R no Salão de Detroit

Por: Share:
Mustang Shelby GT350R. (Foto: Divulgação/Ford)
Mustang Shelby GT350R. (Foto: Divulgação/Ford)

A Ford apresentou hoje (12) no Salão de Detroit, o novo Mustang Shelby GT350R, um Mustang de série legalizado para andar nas ruas, mas preparado para as pistas. Com produção limitada, ele estará disponível nos Estados Unidos e no Canadá no final deste ano, com motor V8 de mais de 500 cv, rodas de fibra de carbono, carroceria mais leve e suspensão tunada.

publicidade

Em 1965, Ford e Carroll Shelby desenvolveram uma versão do popular Mustang para as corridas – o Shelby GT350 de competição. O novo Shelby GT350R foi projetado e construído com o mesmo espírito, oferecendo um desempenho nas pistas nunca visto em um Mustang de série, com inovações na aerodinâmica, chassi e motor.

“O Mustang Shelby GT350R é um carro sem concessões na busca pela máxima performance nas pistas”, disse Raj Nair, vice-presidente de Desenvolvimento do Produto Global da Ford. “É um carro de raça que usa a tecnologia e criatividade para entregar um desempenho que poucos motoristas já experimentaram.”

Ele é o primeiro V8 de linha da Ford com virabrequim de superfície plana – o motor naturalmente aspirado mais potente já produzido pela marca. A suspensão é rebaixada, tem molas e barras estabilizadoras especialmente tunadas, juntas homocinéticas de eixo transversal e amortecedores MagneRide.

“O Mustang Shelby GT350R é um carro com a agilidade e potência que você quer na estrada”, completou Raj Nair. “E não se trata apenas de muitos cavalos: é um atleta totalmente equilibrado, extremamente ágil e preciso.”

As rodas do Shelby GT350R são de fibra de carbono – a Ford é a primeira grande montadora a introduzir essa tecnologia como item de série. Encontradas apenas em alguns supercarros, elas favorecem o desempenho, reduzem o peso não suspenso e a inércia de rolagem. Elas medem 19×11 polegadas na dianteira, 19×11,5 polegadas na traseira e são cerca de 6 kg mais leves cada uma, com uma rigidez maior que rodas de alumínio equivalentes.

Elas virão com pneus de alto desempenho Pilot Sport Cup 2 da Michelin, com composto de borracha e construção especial para o Shelby GT350R. Essa combinação de rodas incrivelmente rígidas e leves com pneus sob medida gera uma excepcional sensação de desempenho e controle.

Menos peso, mais performance
Os engenheiros da Ford buscaram metas agressivas de redução de peso no Shelby GT350R. Se uma peça não tornasse o carro mais rápido na pista, era candidata à exclusão. Os itens removidos incluem ar-condicionado, sistema de som, bancos traseiros, forro do porta-malas, carpetes, câmera de ré e inflador de pneus. Os ressonadores de escape também foram eliminados para cortar peso, criando como vantagem adicional um som mais nítido.

O Shelby GT350R é mais de 59 kg mais leve que o Shelby GT350 Track Pack, que provou a sua durabilidade em vários testes em corridas de 24 horas. Para clientes que querem mais conforto do Shelby GT350R, a Ford oferece um pacote eletrônico opcional. Ele inclui ar-condicionado “dual zone”, tela sensível ao toque de 8 polegadas com navegação, sistema de áudio com sete alto-falantes, repetidores dos piscas nos retrovisores e outros itens.

Aerodinâmica agressiva
O Shelby GT350R foi otimizado para a excelência aerodinâmica. Detalhes como o extrator de calor no capô, cobertura sob o assoalho, difusor agressivo, redutores de turbulência nas rodas e para-lamas e saias laterais foram mantidos e a capacidade de pressão aerodinâmica do carro foi aumentada.

Cabine do novo mustang. (Foto: Divulgação/Ford)
Cabine do novo mustang. (Foto: Divulgação/Ford)

O divisor dianteiro foi revisado para maximizar a pressão aerodinâmica e a traseira ganhou um novo aerofólio de alta eficiência de fibra de carbono. Ele desloca o centro de pressão do veículo para trás, aumentando a estabilidade em alta velocidade.

“A aerodinâmica altamente eficiente, o chassi leve e inovador do Shelby GT350R entregam uma experiência de direção realmente espetacular que faz você se sentir como um piloto profissional”, comenta Kerry Baldori, engenheiro da Ford Performance.

O Shelby GT350R traz também detalhes de design diferenciados, como pinças de freio pintadas em vermelho e a opção de faixas de competição na carroceria. Na cabine, destacam-se os bancos com costura vermelha contrastante, o emblema Shelby GT350R e o volante em forma de D com uma marca vermelha no centro.

Motor de classe mundial
O novo motor V8 de 5.2 litros é o primeiro V8 de linha da Ford com virabrequim de eixo plano – uma arquitetura tipicamente encontrada apenas em carros de corrida ou esportivos europeus especiais.
Diferentemente do V8 tradicional, em que as bielas são ligadas ao virabrequim em ângulo de 90 graus, neste design elas são conectadas a 180 graus para otimizar a respiração do motor em alta velocidade. É o motor Ford naturalmente aspirado mais potente já produzido, com mais de 500 cv e torque de 55,3 kgfm.

Detalhes na frente do novo Mustang. (Foto: Divulgação/Ford)
Detalhes na frente do novo Mustang. (Foto: Divulgação/Ford)

Um refrigerador de óleo do motor, tipicamente encontrado somente em carros de corrida, mantém a temperatura do motor nas condições mais severas e há também um “cooler” na transmissão manual de seis velocidades.

Um diferencial Torsen de escorregamento limitado, calibrado pela Ford, com relação de 3,73, otimiza a aderência em curvas e a linearidade da tração, com refrigerador de óleo controlado eletronicamente na traseira para manter a temperatura ideal nas pistas.

“Este é hoje o máximo dos Mustangs de alto desempenho”, afirma Dave Pericak, diretor da Ford Performance. “O Mustang Shelby GT350R cria as bases para uma história que será escrita nos próximos anos nas pistas e nas ruas.”

Veja também