Em Ilhabela, Criciúma e Guarani vencem na estreia da Copinha

Por: Share:
Lance da partida entre Guarani e Vila Nova, com vitória do time de Campinas. (Foto: Josefh Flore/PMI)
Lance da partida entre Guarani e Vila Nova, com vitória do time de Campinas. (Foto: Josefh Flore/PMI)

A maior competição de categorias de base do futebol brasileiro começou em Ilhabela na tarde deste domingo (4/1). Trata-se da primeira rodada do grupo U da 46ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior, pelo segundo ano consecutivo no arquipélago de Ilhabela. Criciúma (SC), São José (RS), Guarani (SP) e Vila Nova (GO) fizeram suas estreias na competição. As partidas reuniram um bom público no Estádio Municipal do Itaquanduba.

O primeiro jogo da tarde foi entre Criciúma e São José-RS. As constantes pancadas de chuvas que atingiram Ilhabela na tarde domingo (4/1) atrapalharam as equipes. Com o campo pesado, o jogo ficou bastante disputado no meio de campo nos primeiros minutos. Mesmo assim, o gol não demorou a sair. Aos 18 minutos do primeiro tempo o Criciúma foi às redes. O lateral esquerdo Cleiton bateu escanteio e o atacante Kalil desviou para o gol.

Aos 22 da etapa inicial o Tigre ficou com um jogador a menos. Iansol foi expulso após colocar a mão na bola e evitar um contra ataque do time gaúcho. O zagueiro já tinha cartão amarelo.

Mesmo com a vantagem numérica, o São José não conseguiu pressionar os criciumenses no primeiro tempo.

Após o intervalo, a partida ficou mais movimentada. O desenho do jogo era um São José com mais posse de bola e o Criciúma na espera de um bom contra ataque. Diferente da primeira etapa, a equipe gaúcha criou boas chances de gol no segundo tempo. O goleiro Ronaldo, do Criciúma, fez boas defesas.

E o que o Tigre queria, aconteceu. Aos 33 minutos da etapa final, contra golpe da equipe criciumense. O meia Dodi avançou pela direita e deu um ótimo passe para o atacante Andrew, que não perdeu a chance: 2 a 0 Criciúma.

O jogo voltou a ficar truncado nos minutos finais. O São José também teve um jogador expulso, o lateral esquerdo Christian.

O técnico do Criciúma, Eduardo Duca, levou o Tigre a campo com Ronaldo no gol; na lateral direita Mota, na zaga Ianson e Nino e na lateral esquerda Cleiton; O meio de campo era formado por Vitor, Ruan e Dodi; e no ataque Gabriel, Kalil e Diego. Entraram no jogo o zagueiro Rafael, os atacantes Jefferson e Andrew nos lugares de Diego, Kalil e Gabriel.

Já o técnico do São José-RS, Sandro Resende, escalou o goleiro Luan; o zagueiro, improvisado na ala direita, Jesus, na zaga Vinicius e Diógenes, e na lateral esquerda David; volantes Baggio e Jair e os meias Carrilho e Cássio; no ataque Arthur e Jean. Entraram Adriel, Christian e Luiz Felipe, nos lugares de Arthur, Cassio, Carrillho, respectivamente.

Guarani e Vila Nova

No segundo jogo da primeira rodada do grupo U da Copa São Paulo de Futebol Júnior, sede Ilhabela, Guarani e Vila Nova se enfrentaram. A chuva ainda caía, mas não com tanta intensidade. Melhor para o confronto, que ficou mais movimentado. A bola tinha velocidade.

Os chutes de longe eram uma opção. Foi o que fez o Guarani logo aos 7 minutos do primeiro tempo. O meio campista João Vitor arriscou de fora da área e um desvio da zaga goianiense enganou o goleiro Gabriel. Após sair na frente, o Bugre recuou e dava mais posse de bola ao Vila Nova. O lado esquerdo do time goiano era forte.

Destaque para o lateral esquerdo Patrick, o volante Carlos Madson e o meia Luiz Eduardo. A partida estava equilibrada quando o Guarani ampliou aos 33 minutos. O atacante Marlos aproveitou a oportunidade e colocou o Bugre em vantagem. Vale ressaltar que Marlos estava entre os suplentes antes da partida. O atacante Victor sentiu uma indisposição e foi substituído pelo autor do gol.

Mais equilíbrio no segundo tempo do jogo. Mesmo com destaques individuais, o Vila Nova não assustava. O Guarani teve a chance de matar o jogo nos minutos finais. O atacante Daniel arrancou da intermediária e quando invadiu a área foi interceptado pela zaga do Vila. Aos 37 minutos da etapa final o lateral direito Márcio Vicente foi expulso. A diferença numérica não atrapalhou o Guarani. Vitória por 2 a 0 e liderança do grupo U ao lado do Criciúma.

O técnico do Guarani, Carlos Augusto, mandou a campo a seguinte escalação: Passareli, Marcinho, Gabriel, Léo Rigo e Nicolas; Mineiro, Lucas Ramos, Gabriel Esteves (Toninho) e João Vitor (Bruno); Marlos (Mutton) e Daniel.

O Vila Nova enfrentou o Guarani escalado pelo técnico Ariel Mamede. O time foi a campo com: Gabriel; Wanderson Lima (Johnatan Ribeiro), Júlio César, Luiz Borges e Patrick de Carvalho; Lucas da Silva (Hickson David), Carlos Madson, Gustavo Ramos e Luiz Eduardo; Lausen Edan (Marcos Vinicius) e Éverton Galdino.

Mais Copinha

A próxima rodada da Copa São Paulo de Futebol Júnior será na quarta-feira (7/1), no Estádio Municipal do Itaquanduba, a partir das 14h, com o jogaço entre Criciúma e Guarani.

As equipes dividem a liderança do grupo U e uma vitória deixa as equipes com a classificação encaminhada. Mais tarde, às 16h, tem São José (RS) e Vila Nova. Promessa de grande jogo também, já que uma derrota de ambas as equipes é o adeus à maior competição de categorias de base do futebol nacional.

A entrada no Estádio Municipal do Itaquanduba é gratuita. Os portões serão abertos para a torcida às 13h.