Temporal derruba 198 árvores e fecha Parque Ibirapuera em São Paulo




Subiu para 198 o número de árvores derrubadas em razão do forte temporal que atingiu a capital paulista na madrugada de hoje (29). (Foto: Robson Fernandjes / Fotos Públicas

Subiu para 198 o número de árvores derrubadas em razão do forte temporal que atingiu a capital paulista na madrugada de hoje (29). (Foto: Robson Fernandjes / Fotos Públicas

Subiu para 198 o número de árvores derrubadas em razão do forte temporal que atingiu a capital paulista na madrugada de hoje (29), conforme atualização da prefeitura de São Paulo. Por esse motivo, o Parque Ibirapuera, que abre normalmente às 5h, está fechado. De acordo com a Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente, a decisão foi tomada por questão de segurança. É a primeira vez que o parque, na zona sul paulistana, é fechado devido à queda de árvores.

publicidade

A administração do Ibirapuera está removendo e contabilizando as plantas derrubadas pela forte chuva, eNno há previsão de reabertura, segundo a secretaria municipal. A tempestade teve descargas elétricas, trovões e rajadas de vento. Na região do Aeroporto de Congonhas, também na zona sul, os ventos atingiram 96,3 quilômetros por hora (km/h). Toda a cidade ficou em estado de atenção entre 0h20 e 1h23.

Também em razão da forte chuva continua parcialmente interrompida a circulação da Linha 10 – Turquesa, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). No trecho bloqueado, entre as estações Rio Grande da Serra e São Caetano, foram disponibilizados 100 ônibus pelo Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência (Paese). Em média, quase 400 mil pessoas usam a Linha 10 diariamente, informou a companhia. Não há previsão de retorno.

Na parte da manhã, os termômetros do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) registraram temperaturas entre 26 e 28 graus Celsius (ºC). Os percentuais de umidade do ar oscilaram em torno de 60%. Entre a tarde e a noite, o calor e a grande disponibilidade de umidade na atmosfera devem favorecer a formação de temporais na capital e na região metropolitana. As chuvas podem vir acompanhadas de rajadas de vento e eventual queda de granizo.