“Surf Acessível” leva alegria para pais e alunos em Ubatuba

Por: Share:
Para 2015, a intenção é estender o projeto para outras escolas que atendam pessoas especiais. (Foto: Divulgação/PMU)
Para 2015, a intenção é estender o projeto para outras escolas que atendam pessoas especiais. (Foto: Divulgação/PMU)

O II Surf Acessível, evento que promove a acessibilidade dos alunos da APAE de Ubatuba para o surf, aconteceu no último dia 1º de dezembro na praia do Perequê-Açu.

De acordo com os organizadores, a ação reuniu 80 alunos e seu principal objetivo foi oferecer contato com a modalidade esportiva que mais representa a cidade.

O Programa Surf Acessível é uma vertente do Programa Praia Acessível, onde deficientes físicos tem contato com o mar, dispondo de cadeiras de rodas e monitores capacitados.

O evento foi promovido pelo PIC (Programa de Integração da Coletividade) do Departamento de Educação Especial da Secretaria Municipal de Educação e tem parceria com a Escolinha de Surf da Secretaria Municipal de Esporte.

Para 2015, a intenção é estender o projeto para outras escolas que atendam pessoas especiais e também utilizar outras áreas da cidade para a prática de esportes.

Sr. João Ferreira, pai do jovem Issac Santana, 30 anos, que sofre de paralisia parcial, conta que as noites posteriores ao evento foram muito tranquilas em sua casa.

“Olha, nunca vi o Isaac dormir tão bem. Ele fica super agitado de noite e essa ação é uma benção. Ficamos todos muito felizes por aqui”, diz Ferreira.

Mãe da jovem Jaqueline, 19 anos, portadora de uma deficiência mental, Dna. Antonia Maria de Souza e Silva brincou e dançou ao lado da filha durante a ação.

Depoimento

“Entramos na água, ela sentiu o mar, foi emocionante. Nos divertimos muito”, conta Antonia. “Essa ação é muito legal. Pena que só acontece uma vez por ano”, completa.

“Difícil achar um momento que não fosse da mais pura emoção, da alegria mais genuína, dos sorrisos mais francos onde respiramos amor juntos.

É muito bom viver na paixão pela vida ainda que na contra mão do mundo, encontrar pessoas que trazem a comunhão e tudo faz sentido. Agradeçamos uns aos outros, crianças, jovens, idosos, profissionais da APAE, da Secretaria de Esportes, da Secretaria de Turismo, professores da Secretaria de Educação por termos construídos juntos momentos inesquecíveis que aquecerão nossos corações e fortalecerão nossas almas diante das adversidades.

Inclusão é vibrarmos no mesmo acorde, é um mergulho tão denso no outro que já não sabemos quem precisa de quem, porque estamos juntos. Viva o PIC! Programa de Integração da Coletividade do Departamento de Educação Especial! Viva a Escola de Surf da Secretaria de Esportes! Viva o Praia Acessível da Secretaria de Turismo! Viva a APAE!”. – Beatriz Villaça, Coordenadora do Departamento de Educação Especial da Prefeitura de Ubatuba.

Veja também