Desterro e Charrua conquistam o brasileiro de Rugby Sevens




Competição aconteceu no estádio Martins Pereira, em São José dos Campos. (Foto: FotoJump)

Competição aconteceu no estádio Martins Pereira, em São José dos Campos. (Foto: FotoJump)

Não faltou emoção no domingo (14), em São José dos Campos, na disputa das fases finais do Brasil Sevens, campeonato brasileiro de Rugby Sevens (modalidade olímpica). Em partidas muito disputadas até o fim, o Desterro, de Santa Catarina, e o Charrua, do Rio Grande do Sul, se sagraram campeões, no masculino e feminino respectivamente, vencendo SPAC (SP) e Niterói (RJ) nas finais, disputadas no Estádio Martins Pereira.

publicidade

O Desterro (SC) passou pelo Chapecó nas quartas de final em dérbi catarinense, 19×5, e atropelou o Curitiba (PR) por 19×0 na semifinal, classificando-se para a final da Taça Ouro do Brasil Sevens masculino contra o SPAC (SP), que venceu Jacareí (SP) por 20x 0 nas quartas e despachou os então hexacampeões e donos da casa São José (SP) na semi, vencendo por 19×7. Na partida decisiva, o Desterro rapidamente abriu uma boa vantagem de 15×0, porém, o SPAC lutou muito e a partida terminou 15×12, dando o título para os catarinenses.

“Me emociono com esse dia muito especial para o Desterro. Foi o fruto de um trabalho que vem sendo realizado há alguns anos com esse grupo, onde nosso foco é a união e a vivência dos nobres valores do rugby”, afirmou Ige, um dos destaques do campeão Desterro.

Já no feminino, o Charrua (RS) passou pelo BH Rugby (MG) nas quartas de final e pelo SPAC (SP) na semifinal vencendo ambas as partidas por 12 x 0, encontrando Niterói (RJ), que derrotou o Band Saracens (SP) por 22×10 nas quartas e as atuais campeãs Desterro (SC) por 17×5 na semi-final. Na disputa pelo título, as gaúchas do Charrua mantiveram o controle da partida desde o início e derrotaram Niterói por 12×7, conquistando o título nacional.

“Estamos todas muito felizes, ainda não caiu a ficha. Estávamos buscando esse título há muito tempo. A melhor descrição dessa vitória é orgulho. Orgulho em fazer parte deste time. Não somos um time habilidoso, forte e nem uma equipe veloz, mas temos coração, uma garra que conseguiu superar inúmeras qualidades dos adversários. O ano não poderia ter terminado melhor. Depois de termos perdido o título do Super Sevens na última etapa, essa vitória nos mostrou que podemos sempre nos superar”, afirmou Raquel Kochhann, do Charrua.

Equipe gaúcha Charrua foi campeã no feminino. (Foto: FotoJump)

Equipe gaúcha Charrua foi campeã no feminino. (Foto: FotoJump)

Nas disputas de terceiro lugar da Taça Ouro, o São José (SP) derrotou por 22×0 o Curitiba (PR) no masculino e o SPAC (SP) fez 5×0 no Desterro (SC) no feminino. Já na disputa da Taça de Prata masculino, Jacareí (SP) derrotou Chapecó (SC) por 12×5 ficando com o título e no feminino a equipe Band Saracens (SP) foi campeã derrotando BH Rugby (MG) por 22×0. Na Taça de Bronze, os Brummers venceram o Rio Rugby por 17 a 5, enquanto no feminino o Vitória derrotou os Goianos por 17 a 0.

Masculino
1 – Desterro – Campeão BR Sevens 2014
2 – SPAC
3 – São José
4 – Curitiba
5 – Jacareí – Campeão Taça Prata
6 – Niterói
7 – Chapecó
8 – Farrapos
9 – Brummers – Campeão Taça Bronze
10 – Rio Rugby
11 – Rio Branco
12 – Ilhabela
13 – União Rugby Alphaville – Campeão Taça Estímulo
14 – Campo Grande
15 – Goianos
16 – Serra
17 – Uberlândia
18 – Maringá
19 – GRUA
20 – Itajubá

Feminino
1 – Charrua – Campeão Taça Ouro
2 – Niterói
3 – SPAC
4 – Desterro
5 – SP Bandeirantes Saracens – Campeão Taça Prata
6 – BH Rugby
7 – São José
8 – Curitiba
9 – Vitória – Campeão Taça Bronze
10 – Goianos
11 – Delta
12 – Guanabara
13 – Pasteur – Campeão Taça Estímulo
14 – Rio Branco
15 – Urutau
16 – San Diego